BTS: 8 momentos históricos para celebrar o aniversário do grupo

O septeto de K-pop completa 8 anos de carreira em 2021!

Por Gustavo Balducci Atualizado em 11 jun 2021, 19h26 - Publicado em 12 jun 2021, 10h00
Ao centro, modelo usa cropped azul de manga comprida. Ela está com uma das mãos na cintura, sorrindo. De um lado, a frase
Marisa/Divulgação

No dia 13 de junho de 2013, o grupo BTS, composto pelos membros Jin, Jimin, Suga, V, J-Hope, RM e Jungkook, fez sua estreia oficial no K-pop com a música No More Dream. Em 2021, o septeto está completando oito anos de carreira, portanto, nada melhor do que relembrar, ou conhecer, oito momentos históricos para comemorar essa data tão especial.

I NEED U, first win e Bagtan Universe

Muitos fãs sabem da importância que os shows musicais semanais têm para os grupos de K-pop. Vencer pela primeira vez em um dos programas de TV mais assistidos pelos sul-coreanos pode alavancar de vez a carreira de um artista, além de ajudar nas promoções e vendas de uma música nova. Mas com tantos lançamentos incríveis acontecendo simultaneamente, conquistar o chamado first win não é tarefa fácil, até mesmo para o BTS.

O grupo fez sua estreia com o single album 2 Cool 4 Skool, em 2013, mas foi somente em 2015, com o lançamento da faixa I NEED U, que o septeto alcançou sua primeira vitória. O momento emocionante aconteceu no palco do programa The Show, enquanto o hit foi responsável pelo pontapé inicial do Bangtan Universe (BU), um universo fictício criado para contar histórias e explorar mídias, assim como já aconteceu no game BTS World, no webtoon Save Me, em curta-metragens, notas e até mesmo nos produtos ainda inéditos que, por enquanto, incluem um seriado sem data para estrear. No BU, os eventos e personagens são fictícios, mas emprestam os nomes dos membros do BTS na vida real.

Melhor Artista Social e primeira performance nos EUA

2017 foi um ano perfeito para o BTS se aventurar longe de casa, começando por sua participação no Billboard Music Awards, onde o grupo saiu vitorioso na categoria Melhor Artista Social e chamou a atenção da mídia. Também vale lembrar que eles se tornaram o primeiro artista coreano a ganhar uma categoria no evento.

Outro momento glorioso foi sua estreia nos palcos do American Music Awards, onde os sete integrantes performaram o single DNA, faixa colorida e dançante do disco Love Yourself: Her. Naquele mesmo ano, o grupo ainda aproveitou sua passagem pelos Estados Unidos e participou dos programas Ellen Degeneres Show, James Corden e Jimmy Kimmel Live.

Artista do Ano no MAMA

Reunindo grandes nomes da música, o Mnet Asian Music Awards, ou MAMA, é uma das cerimônias mais importantes para o K-pop. Em 2018, o evento condecorou BTS nas suas principais categorias, incluindo Artista do Ano. No palco, a surpresa tomou conta quando o grupo realizou o discurso de agradecimento, no qual os jovens revelaram suas dificuldades, seus sonhos e o trabalho duro envolvido para conquistar cada vitória. Ninguém conseguiu segurar as lágrimas, e este foi, sem dúvidas, o momento mais emocionante da premiação. “Acho que eu teria chorado se tivesse recebido ou não este prêmio. Nós passamos por muita coisa e recebemos muito amor. Nós realmente queremos retribuir tudo isso, muito obrigado. E, aos nossos membros que estão juntos nesse momento, eu também quero agradecer muito, então obrigado, eu amo vocês”, disse J-HOPE.

No final, eles também prometeram retornar para receber o mesmo troféu em uma próxima edição. E, deu certo, já que em 2019 eles saíram carregando todos os prêmios mais importantes outra vez.

Love Yourself: Speak Yourself

A turnê Love Yourself: Speak Yourself passou por 23 cidades, lotou estádios como o Wembley, em Londres, o Stade de France, em Paris, e o Allianz Parque, em São Paulo, que recebeu dois shows nos dias 25 e 26 de maio de 2019, marcando para sempre o fandom brasileiro. Estima-se que cerca de 2,60 milhões de pessoas assistiram as 62 performances realizadas. Só em Seul, o BTS mobilizou mais de 130.000 fãs através de três apresentações.

Discurso na ONU e engajamento social

Seguindo o manifesto presente na sua trilogia de discos sobre amor-próprio, os sete integrantes foram convidados para discursar durante a 73ª Assembléia Geral das Nações Unidas, em 2018, representando o programa Generation Unlimited, uma parceria com a UNICEF que tem como objetivo aumentar as oportunidades e investimentos para crianças e jovens. Diante de vários líderes globais, RM falou sobre a importância de encontrarmos a nossa própria voz: “Não importa quem você seja, de onde você venha, sua cor de pele, sua identidade de gênero, apenas fale. Encontre seu nome e sua voz, falando por si próprio”, afirmou.

Continua após a publicidade
Integrantes do BTS usando roupas em tons de marrom posando para foto em fundo cinza
BTS BTS/BigHit/Divulgação

Em 2020, a ONU novamente chamou o BTS para compartilhar uma mensagem de esperança em meio à pandemia de COVID-19. Introduzidos pela diretora executiva da UNICEF, Henrietta H. Fore — que fez questão de ressaltar a influência do grupo sobre a juventude — os membros destacaram que é preciso ter coragem, se cuidar e esperar por dias melhores. “A vida continua, vamos continuar vivendo”, disseram.

Nos últimos anos, BTS e o fandom ARMY também ganharam destaque por seu engajamento em causas sociais. “Nós somos contra a discriminação racial. Nós condenamos a violência. Você, eu e todos nós temos o direito de sermos respeitados. Nós estamos juntos”, publicou o grupo em apoio ao movimento Black Lives Matter, em 2020. Na época, eles também doaram US$ 1 milhão para a instituição. Inspirados pelo ato, os fãs decidiram arrecadar mais 1 milhão de dólares através do site BTSARMYxBLM. A campanha, intitulada #MatchAMillion, foi iniciada pelos usuários do Twitter e concluída em apenas 24 horas!

Bang Bang Con

A pandemia afetou shows e turnês globalmente, mas isso não impediu o BTS de criar o seu próprio festival virtual. Intitulado Bang Bang Con, o evento exibiu espetáculos que marcaram a trajetória do grupo. Só em 2020, o evento reuniu mais de 50 milhões de espectadores(https://capricho.abril.com.br/entretenimento/bts-reuniu-mais-de-50-milhoes-de-pessoas-durante-festival-virtual/)! Já em 2021, a edição reprisou uma série de shows no YouTube, incluindo a performance em São Paulo. Durante a transmissão, a hashtag #BANGBANGCON entrou no topo dos assuntos do momento no Twitter Brasil, com mais de 1 milhão de menções.

BTS e o Grammy

A paixão do BTS pelo Grammy não é recente e o grupo sempre deixou claro sua motivação em concorrer na maior premiação de música pop estadunidense. Mesmo esnobados pelo evento ao longo dos últimos anos, o septeto finalmente foi indicado em uma das categorias de música, em 2021, concorrendo como Melhor Performance de Duo/Grupo através do hit Dynamite. Em uma disputa acirrada com outros nomes, eles não levaram a estatueta para casa, que foi entregue para a dupla Lady Gaga e Ariana Grande por Rain On Me. A edição também ficou marcada pela falta de diversidade, mas o grupo saiu vitorioso ao se tornar o primeiro artista coreano indicado ao Grammy e também o primeiro a se apresentar na cerimônia.

Em entrevista ao USA Today, os membros falaram sobre o assunto: “Há tantas bênçãos que poderíamos ter obtido nesses oito anos, mas acho que, em toda a nossa jornada, a melhor sorte que já tivemos é que nós temos vocês em todo o mundo”, disse RM. “Então, por favor, não se esqueça de que, ganhando ou não o Grammy, nós já conquistamos o que queríamos, nós temos você, e isso significa que temos tudo.

Dynamite e Butter

Com vibe nostálgica e carregando uma forte mensagem otimista, Dynamite, lançada em agosto de 2020, foi a primeira faixa cantada em inglês do BTS e quebrou diversos recordes, sendo elogiada até mesmo pelo diretor geral da OMS. No YouTube, o clipe chegou a 101,1 milhões de visualizações nas primeiras 24 horas. E não parou por aí! A música rendeu ainda a posição #1 na parada HOT 100 da Billboard.

Dando sequência ao legado de sucessos em inglês, o grupo lançou Butter em maio de 2021. Suave como manteiga, o single derreteu o coração do ARMY e também fez história conquistando cinco recordes mundiais no Guinness. De acordo com a organização, a estreia do mv acumulou 3,9 milhões de espectadores no YouTube e foi o mais assistido no primeiro dia de estreia, com 108,2 milhões de visualizações. Eles também foram certificados com outros três recordes, incluindo maior número de views em uma premiere no YouTube, clipe de K-pop mais visto em 24 horas e música mais tocada no Spotify no dia de estreia, somando um total de 11.042.335 transmissões globais. Para completar, Butter também chegou ao topo do HOT 100 e agora BTS detém quatro faixas em primeiro lugar na parada.

Com tantos feitos históricos e emocionantes, fica até difícil listar os mais importantes. Mas e aí, qual foi o seu momento preferido do BTS nesses oito anos de carreira?

Continua após a publicidade
Publicidade