Caso Gabby Petito: restos mortais de noivo podem ter sido encontrados

Apesar de o FBI ainda não ter dado a confirmação, advogado da família Laundrie acredita que o rapaz esteja morto

Por Isabella Otto 21 out 2021, 10h32

Na última quarta-feira, 20, o FBI revelou que encontrou itens pessoais (uma mochila e um notebook) que muito provavelmente são de Brian Laundrie, de 23 aos, ex-noivo de Gabrielle Petito, de 22, influenciadora que desapareceu durante uma viagem de van pelos EUA que fazia com o companheiro. No local, também foram identificados restos mortais que os investigadores dizem poder ser de Brian.

Selfie de Gabby Petito e Brian Laundrie. O casal está numa região de cânions dos EUA
Gabby Petito/Instagram

As descobertas foram feitas no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek, na Flórida. Já fazia algum tempo que os agentes estavam fazendo buscas em regiões de mata, mas é a primeira vez que encontram evidências do paradeiro do jovem, foragido desde que o corpo de Gabby foi encontrado, em um parque de Wyoming.

Apesar de o FBI ainda não ter dado um posicionamento final nem confirmando a morte de Brian, Steven Bertolino, advogado da família Laundrie, garantiu a CNN que os restos mortais são do seu cliente. “É muito triste – você pode imaginar como pai – encontrar os pertences de seu filho ao lado dos restos mortais. Isso deve ser de partir o coração. E posso dizer que eles estão de coração partido”, disse ao jornalista Chris Cuomo.

O corpo de Gabby Petito foi encontrado no dia 20 de setembro, no Parque Nacional Grand Teton, em Wyoming. Recentemente, a causa da morte foi divulgada: estrangulamento. O principal suspeito do crime é Brian Laundrie, na época noivo da influenciadora, com quem estava viajando e havia tido discussões sérias antes de seu desaparecimento – até uma queixa de violência doméstica foi feita anonimamente, mas parcial e de forma machista ignorada pela polícia, que culpou Gabby pela discussão com o rapaz. Brian não foi formalmente acusado pelo crime, mas foi indiciado por cometer a ilegalidade de usar o cartão de crédito da vítima quando ela já estava desaparecida.

Em breve, o FBI deve apresentar atualizações sobre o caso e confirmar se os restos mortais são mesmo de Brian ou não.

Continua após a publicidade

Publicidade