Saúde mental: 18 maneiras de diminuir a ansiedade em tempos de crise

Crises de ansiedade podem surgir com mais frequência em épocas em que estamos mais vulneráveis e isoladas; saiba como controlá-las!

Por Isabella Otto - Atualizado em 21 Maio 2020, 18h03 - Publicado em 25 mar 2020, 14h15
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

Crises de ansiedade podem surgir quando menos esperamos, não necessariamente em um momento de perigo ou ameaça iminente. A gente pode acordar e ficar com insônia, estar lendo um livro e, de repente, sentir uma angústia forte no peito, estar mexendo no celular e começar a sofrer de ansiedade ao ler as notícias. Essa profunda descarga emocional e física, algumas vezes, precisa de acompanhamento médico e medicamentos. Outras, um exercício respiratório já ajuda. Mas existem algumas dicas para você controlar a ansiedade e diminuir a intensidade das crises, que podem surgir com mais frequência em épocas da vida em que estamos mais vulneráveis e isoladas do mundo.

Bonne Chance/Getty Images

1. Filtre as notícias que chegam até você
Você já ouviu aquele ditado que diz que tudo em excesso faz mal? Ele vale também para as informações que chegam até você, que são muitas e nem sempre verdadeiras. Em tempos de fake news, é muito importante saber reconhecer um veículo de comunicação de qualidade, não compartilhar notícias falsas e saber a hora de parar. Deixar a TV ligada o dia todo em noticiários pode significar uma descarga de notícias ruins e pesadas, que afetam nosso psicológico – às vezes, já tão abalado. Mantenha-se bem informada, porque isso é fundamental, mas na medida certa, apenas para ficar a par dos principais acontecimentos do mundo sem colocar sua saúde mental em risco.

2. Mantenha uma rotina e crie hábitos
Se você passa muito tempo em casa – ou está passando por causas que fogem do seu controle -, é muito importante entender o que é dia útil e o que é final de semana, o que é tempo de trabalho e o que é tempo de lazer. Coisas simples te ajudam a manter a cabeça no lugar e o cérebro turbinado, evitando desencontros e muito cansaço. Quando acordar, separe uns minutos para você, lave o rosto, passe creme, troque o pijama por outra roupa, prepare o café da manhã, depois inicie sua rotina de estudo/trabalho, não deixe de almoçar nem de jantar, reserve um tempo para movimentar o corpo e praticar um hobby, tome banho, durma direitinho… No final de semana, esses hábitos podem ser levados menos a sério, até para o corpo entender que são dias de descanso. Mas não deixe de retomar a rotina criada nos dias seguintes. Isso te ajuda a não perder o controle da sua vida, sabe?

 

3. Não viva dentro do seu quarto
É uma delícia passar um tempão no seu cantinho, que é o seu mundo, cheio das coisas que você gosta, mas não sair dele pode ser perigoso. Se você trabalha ou estuda em casa, ou está fazendo um dos dois momentaneamente, tente escolher outro espaço para realizar suas atividades que não seja a cama. Ficar na cama passa a mensagem pro cérebro de que estamos num lugar acolhedor e perfeito para descansar. O que acaba acontecendo? Quando não dormimos, ficamos cheeeeias de preguiça. Vá para a sala, para a cozinha, para o escritório ou, pelo menos, levante-se da cama e vá para aquela mesinha que tem no quarto para se concentrar melhor. Vai fazer uma baita diferença, pode acreditar!

4. Faça as refeições em uma mesa
Aqui vale o mesmo conselho que demos no item anterior: nada de passar o dia na cama, estudar na cama, trabalhar na cama, comer na cama, viver na cama. Inclusive, respeite os horários de se alimentar e faça as refeições em uma mesa. Só o ritual de arrumar as coisas, sentar, comer, tirar a mesa e deixar tudo em ordem já ajuda a deixar o cérebro ativo e ocupado, e contribui no combate à ansiedade que surge da inanição e da mente vazia.

Reprodução/Reprodução

5. Faça do banho um momento especial
Não tenha pressa. É claro que não é prudente ficar meia hora embaixo do chuveiro, mas não tenha pressa na organização dessa atividade. Vá com calma, coloque uma playlist gostosinha, aproveite o momento para relaxar e fazer uma limpeza, não só no sentido literal da palavra, e use o banho como um meio de se reconectar consigo mesma e deixar todos os problemas do dia para trás. É nesse tempo de pausa que também acabamos tendo muitas ideias criativas que podem ser úteis no dia a dia. Desacelere.

6. Coma coisas que te deixam feliz
Muitas pessoas acabam comendo compulsivamente por causa da ansiedade, e não é isso que estamos querendo dizer aqui. A questão é: se você já está passando por um momento mais delicado, por que dificultar as coisas criando regras que só te deixam ainda mais ansiosa? Excessos nunca são bons, vale repetir, mas a privação em momentos de grande estresse também pode ser uma faca de dois gumes. Está com vontade de comer um brigadeiro? Coma. Bateu uma fominha de sorvete? Só vai. Sempre com moderação e respeitando suas impossibilidades (no caso de ter diabetes, por exemplo), mas nunca se abstendo de um agradinho.

7. Faça exercícios leves
Praticar atividades físicas libera endorfina, um hormônio incrível que atua no cérebro como um analgésico natural, aliviando dores e relaxando o organismo. É ele o responsável por dar aquela sensação de bem estar com o dever cumprido após a sequência de abdominais, corrida, série com alteres e por aí vai. Mesmo se a preguiça estiver forte, faça uma forcinha, pois vai valer a pena! Pensa que jogar umas partidas de Just Dance já é se exercitar. 😉

Reprodução/Reprodução

8. Deixe seu cantinho organizado
Um ambiente bagunçado tem a capacidade de confundir a gente e nos deixar angustiadas, aflitas e confusas. Esse é, inclusive, o preceito do Feng Shui, técnicas orientais de harmonização de ambientes para trazer mais prosperidade e bos vibrações para o dia a dia. Você não precisa seguir esses métodos à risca, se não quiser, mas fazer uma limpeza e deixar as coisinhas em ordem já ajuda bastante a manter nossa sanidade.

9. Não passe o dia todo no celular
Quando quiser ter um momento de descanso, e ele é fundamental, não adianta sair do computador para fixar os olhos em outra tela, a do celular. Aproveite o momento para ir até a cozinha beber uma água, ir até o banheiro, fazer uns alongamentos… Se quiser dar uma checada nas notificações do celular, sem problemas! Só não fique naquela esquema de scroll infinito, que a procrastinação e a ansiedade vêm.

10. Mantenha contato com as pessoas que você ama
De perto ou de longe, é importante reforçar os laços de amizade em tempos de crise, pois são eles que vão te dar força para continuar firme na sua batalha. Use aplicativos de mensagem para manter contato, troque mensagens de texto por chamadas de vídeo, use e abuse da tecnologia para diminuir a distância. Jamais caia na armadilha de pensar que você está sozinha, porque você não está.

 

11. Assisa a séries e filmes conforto
Ter tempo livre para colocar as séries em dia e ver filmes novos é ótimo, mas, em tempos de crise, reativar memórias afetivas é imprescindível para você manter a calma, resgatar bons pensamentos, ficar com o coração acalentado. Como fazer isso? Assistindo pela milésima vez aquele filme que você ama, revendo os episódios favoritos da sua série, escutando os artistas que você não vive sem, jogando aquele game da infância, etc.

12. Leia um livro antes de dormir
Não é pra ler o livro inteiro de uma vez, tá? (risos) Mas você sabia que ficar exposta a luzes, como a da tela do celular, minutos antes de dormir dificulta o sono? Além disso, ler um livro antes de dormir tranquiliza a mente e 20 minutinhos bastam para o corpo entender que é hora de repousar. Que tal começar tentando hoje?

13. Aprenda e dedique-se a coisas novas
Use o tempo livre em casa para aperfeiçoar uma habilidade que já tem ou para descobrir outra que nem imaginava que tinha. Não precisa se tornar especialista, mas só de ocupar o tempo aprendendo algo novo já faz uma baita diferença e mantem a cabeça ativa. Por exemplo, que tal aprender melhor a como investir seu dinheirinho? Ou a treinar aquele instrumento que tem no canto do quarto? Ou a testar novos aplicativos de edição de imagem? Que tal fazer um curso online gratuito? E aprender um novo idioma? As possibilidade são infinitas!

Reprodução/Reprodução

14. Pare um pouco para tomar um sol ou observar a janela
Diminua o ritmo, sinta o tempo passar, faça uma fotossíntese, observe a rua, o jardim, a parede, faça nada. O tédio precisa ser mais valorizado, principalmente no mundo acelerado em que vivemos, com notícias novas surgindo a cada instante, dezenas de afazeres, internet ilimitada, o imediatismo das redes… Fazer nada é bom demais e extremamente importante para nossa saúde mental.

15. Tome um chazinho
De preferência, quente, para dar aquele abraço no estômago. Antes de dormir é uma boa! Opte pelos que acalmam, como chá de camomila. Depois do almoço, um chá de hortelã vai bem. Pela manhã, que tal um chá mate? São tantos sabores que não tem como enjoar! Não curte chá? Invista em outra bebida de sua preferência, só evite ingerir em grandes quantidades bebidas com altas doses de cafeína, porque elas podem dar uma acelerada no organismo que nem sempre é bem-vinda.

16. Apele para treinos respiratórios
Exercícios repetitivos de inspirar, segurar o ar por uns segundos e expirar são ótimos para serem feitos em momentos em que a ansiedade bate forte. Você encontra vários na internet, inclusive no Instagram da CAPRICHO!

View this post on Instagram

Que tal praticar algumas técnicas de respiração para aliviar o estresse? A professora @camposbibis deu essas dicas para CH em um vídeo que você pode conferir clicando nos Stories! Cuide-se <3

Continua após a publicidade

A post shared by CAPRICHO (@capricho) on

17. Use o “bloquear” das redes sociais sem medo
Algumas pessoas ficam um pouco resistentes na hora de bloquear outras nas redes sociais, mas a verdade é que, se as postagens dessa pessoa te desencadeiam ansiedade, de qualquer espécie, e não contribuem para sua saúde mental, mesmo que você saiba que o problema está mais em você e no seu stalk que no outro em si, bloqueia. Não pense duas vezes. Talvez essa seja a única solução para você acabar com a tentação…

18. Beba água
Mantenha-se sempre bem hidratada, linda. SEMPRE!

Publicidade