Relatório de autópsia revela causa oficial da morte de Cameron Boyce

Como já era esperado, o Departamento Médico-Legista de Los Angeles confirmou que o ator faleceu devido à epilepsia que tratava há alguns anos

Por Da Redação - Atualizado em 31 jul 2019, 19h44 - Publicado em 31 jul 2019, 12h08

Na última terça-feira (30/7), foi divulgado o parecer final do Departamento Médico-Legista de Los Angeles sobre a morte de Cameron Boyce. Como já era esperado, o relatório da autópsia indicou que o ator de Descendentes faleceu devido a um evento “inesperado e súbito” causado pela epilepsia com a qual lidava.

cameron-boyce-autopsia
Cameron Boyce Paul Archuleta/Getty Images

De acordo com o TMZ, o documento ainda mostra que o corpo do jovem de 20 anos não apresentava nenhum sinal de álcool ou drogas em seu sangue – com exceção do medicamento usado no tratamento da epilepsia. Segundo as autoridades, o problema de saúde começou há três anos e, durante este período, Cameron teve diversas convulsões.

Vale lembrar que a autópsia aconteceu logo após a morte do ator, mas, na época, a divulgação do resultado foi adiada para a realização de uma “investigação mais aprofundada”.

Cameron faleceu em 6 de julho. Ele foi encontrado desacordado por seu colega de quarto. Ao chegarem, os paramédicos não teriam conseguido reanimá-lo e a morte foi declarada no próprio local. Desde então, o ator vem recebendo diversas homenagens. A Disney, por exemplo, cancelou a première de Descendentes 3 e decidiu doar o valor que seria investido no evento para uma instituição de caridade ele apoiava. Sua família também pretende criar uma fundação para ajudar jovens criativos a tocarem alguns de seus projetos pessoais.

Publicidade