BBB20: Prior vira réu em processo de estupro e julgamento já está marcado

As acusações contra o arquiteto vieram à tona em abril deste ano

Por Da Redação Atualizado em 2 out 2020, 18h43 - Publicado em 2 out 2020, 10h46
colecao-roupas-capricho-marisa
Divulgação/CAPRICHO

Esta semana, Felipe Prior, ex-participante do BBB20, virou réu na Justiça por crime de estupro. A denúncia, que foi feita em agosto pelo Ministério Público, foi aceita pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que já até definiu uma data para o julgamento.

  • De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o juiz Luiz Guilherme Angeli Feichtenberger foi quem aceitou a denúncia e determinou que o arquiteto apresente uma resposta diante das acusações nos próximos dias. O Tribunal marcou a audiência de instrução e julgamento para 10 de maio de 2021. O processo é sobre o caso que teria acontecido em São Paulo, em 2014.

    Além desse, há mais dois casos (uma acusação de estupro em 2016 e uma tentativa de estupro em 2018) que aconteceram em outros municípios e estão sendo analisados pelos promotores locais. As denúncias vieram à tona em abril, em uma reportagem especial da revista Marie Claire. 

    Publicidade