SOS Sexo: “Não sei como falar para a minha mãe sobre minha primeira vez”

Nossa leitora M.A., de 16 anos, mandou um e-mail pedindo nossa ajuda para entender como fazer a abordagem da melhor maneira

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 25 jun 2021, 17h17 - Publicado em 25 jun 2021, 17h16
Ao centro, modelo usa cropped azul de manga comprida. Ela está com uma das mãos na cintura, sorrindo. De um lado, a frase
Marisa/Divulgação

Quando o assunto é primeira vez, é comum ter questionamentos sobre como vai ser e o que fazer na hora H. Mas, saiba que também é comum ter dúvidas sobre como agir depois: por exemplo, como contar para pessoas próximas que já rolou? A leitora M.A, de 16 anos, enviou um e-mail para a CAPRICHO com uma pergunta sobre isso. “Quero conversar com a minha mãe sobre a minha primeira vez, mas não sei como. Me ajudem?”, pediu.

Na imagem, aparece as costas de uma mulher que usa um sutiã preto e duas mãos abrindo o fecho.
Photography and Design by Demi Cambridge/Getty Images

Quem aborda a questão a Dra. Erica Mantelli, ginecologista, obstetra e sexóloga:

“Antes de conversar com a mãe sobre a sua primeira vez, é importante pensar. Pense em qual será o melhor momento de contar e como fazer isso. Tem mães e filhas que já têm um relacionamento mais aberto e conseguem falar sobre sexualidade de uma maneira mais tranquila, porém tem famílias que são mais fechadas e as mães podem não saber receber a notícia da melhor forma. Mas o mais importante, além da sinceridade, é transmitir responsabilidade: contar realmente o que aconteceu, se posicionar frente a se cuidar, questionar a ida ao ginecologista e escolher a situação certa para essa conversa. É importante que você não se sinta obrigada a falar sobre isso em qualquer momento. Saiba ter a percepção de quando é mais ideal! Um momento em que as duas estejam entregues à situação, prestando uma atenção na outra, fazendo algo que gostam juntas, por exemplo. Sem dúvidas, quando existe essa parceria entre mãe e filha, pais e filhos, tudo fluí muito melhor. Além de ser importante contar para compartilhar, é importante ter alguém que possa te assessorar e te ajudar a tomar conta da sua saúde, evitando assim possíveis infecções ou uma gravidez indesejada.

  •  

    Tem alguma dúvida? Mande para capricho@abril.com.br e participe da seção S.O.S. Sexo!

    Continua após a publicidade
    Publicidade