Nego do Borel é indiciado por violência doméstica contra ex-namorada

O cantor foi indiciado pela Polícia Civil do Rio por lesão corporal contra Swellen Sauer

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 21 jul 2021, 16h34 - Publicado em 21 jul 2021, 15h00
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Leno Maycon Viana Gomes, conhecido como Nego do Borel, foi indiciado na Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, por violência doméstica contra a ex-namorada e assessora, Swellen Sauer. De acordo com a delegada Giselle do Espírito Santo, as investigações concluídas na terça-feira, 20, indicam que a mulher sofreu uma série de violências por parte do músico.

Colagem com imagem do cantor Nego do Borel e de Swellen Sauer
@negodoborel / @swellensauer/Reprodução

Em uma entrevista para o Fantástico, após a influencer Duda Reis denunciar agressões que sofreu por Nego do Borel, Swellen disse que foi enforcada pelo cantor com o cabo de um carregador e tomou socos na costela enquanto os dois namoravam em 2013, período que também assessorou o cantor. “Ser contrariado e quebrar coisas. Ser contrariado e bater com a própria cabeça numa placa de rua. Ser contrariado e te chamar num camarote de uma boate e te dar um soco na costela”, disse. 

O inquérito que indiciou Nego do Borel inicialmente foi instaurado para apurar as denúncias de violência que Duda Reis, também ex-namorada do artista, compartilhou. Em uma série de stories divulgados em suas redes sociais em janeiro, Duda disse que sofreu ameaças, abusos e estupro de vulnerável, além de declarar que teria contraído HPV (infecção sexualmente transmissível) do cantor.

  • A defesa de Nego do Borel, que nega as acusações, disse que só irá se manifestar após ter acesso ao inquérito.

    Continua após a publicidade
    Publicidade