Garota que matou amiga Isabele com tiro é condenada a 3 anos de internação

Adolescente que atirou em Isabele Guimarães Ramos, em julho do ano passado, é condenada à pena de três anos de reclusão em regime socioeducação

Por Isabella Otto Atualizado em 20 jan 2021, 14h01 - Publicado em 20 jan 2021, 12h03
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Na última terça-feira (19/1), o Caso Isabele teve mais um desenrolar, com a condenação da adolescente que matou a amiga com um tiro na cabeça, na noite de 12 de julho de 2020, em um condomínio de luxo de Cuiabá. Isabele Guimarães Ramos tinha 14 anos quando teve a vida interrompida.

Caso Isabele
Arquivo Pessoal/Reprodução

A sentença foi decretada pela juíza Cristiane Padim, da 2ª Vara Especializada da Infância e Juventude de Cuiabá. De acordo com o G1, a garota foi condenada à pena de três anos de reclusão em regime de socioeducação, que pode ser revista e atualizada a cada seis meses.

  • Em setembro do ano passado, a polícia divulgou que a autora do crime, de 15 anos, foi enquadrada por crime análogo a homicídio doloso e qualificado. Um mês antes, em agosto, a Perícia Oficial e Identificação Técnica tinha relatado que a jovem estava a uma distância de 20 a 30 cm quando atirou com a arma que era do pai do namorado, que também se tornou réu no processo, assim como o pai da adolescente, investigado por posse ilegal de arma de fogo, entrega de arma de fogo a pessoa menor, fraude processual e corrupção de menores.

    Em dezembro, o pai da menina pagou uma fiança, mas o Ministério Público do Estado de Mato Grosso recorreu ao ato. “Eles [os pais da autora do crime] tentam a todo custo tumultuar o andamento processual, na medida em que formulou-se diversos pedidos protelatórios que, após devida análise, em nada serão úteis ao deslinde da presente ação penal”, declarou o MPMT na época.

    Continua após a publicidade
    Publicidade