Fora de A Fazenda, Nego do Borel publica vídeo: “Não sou um estuprador”

O cantor disse que foi injustiçado, mais uma vez, e que entende expulsão como mais um caso de racismo velado: "O que fiz pra merecer tanto ódio?"

Por Isabella Otto Atualizado em 27 set 2021, 10h20 - Publicado em 27 set 2021, 10h17

Após ser acusado de forçar sexo com a participante Dayane Mello, em A Fazenda, e ser expulso do reality, Nego do Borel publicou um vídeo se manifestando sobre o ocorrido. “Aconteceu o que aconteceu e até agora eu não entendi por que eu estou aqui na minha casa(…) Eu não tive maldade na hora”, disse. O cantor ainda garantiu que nenhum assédio aconteceu e que, no dia seguinte, a modelo falou para ele que gostaria de dormir junto novamente. “Quando ela falou pra mim não, eu fui dormir. A gente não transa, eu não forço nada“, falou.

Prints do vídeo postado por Nego do Borel sobre expulsão de A Fazenda
Nego do Borel/Instagram

Logo no início da gravação, o funkeiro retomou o caso de Duda Reis, sem citar nomes, e disse que as alegações sobre dinheiro ilícito, fuzil em casa e transmissão de IST foram desmentidas pela polícia. Ele, contudo, em nenhum momento, fala sobre o inquérito de violência doméstica, o qual foi indiciado na semana passada, ainda dentro do programa. “Entrei para o reality e tem uma pessoinha que está aqui fora, que eu não sei por que, não segue a vida dela”, disse em tom de deboche. Ele também falou que entregou todo o caso na mão da Justiça e que vê racismo em tudo isso que vem acontecendo em sua vida, inclusive na expulsão: “A minha voz não está valendo de nada. Hoje eu vejo preconceito, racismo, escancarado na nossa sociedade”.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Nego do Borel 🎼🎤 🇧🇷 (@negodoborel)

Em dado momento, Nego do Borel retomou o episódio com Day dentro do reality. Ele disse que dormiu, sim, com uma pessoa alcoolizada, que ele estava querendo ficar com ela, e vice-versa, mas que nada ocorreu, que o desligamento dele do programa foi injusto e motivado por questões externas, e que ele não é um monstro nem um estuprador. “Não sei mais o que eu faço, o que eu falo, tudo o que eu falo as pessoas não escutam. Eu vou acabar tirando a minha vida, eu estou falando do fundo do coração. Eu estou sendo taxado de bandido, criminoso. O que eu fiz pra merecer tanto ódio?“, perguntou.

Continua após a publicidade

O cantor recebeu o apoio de alguns famosos na postagem, como David Brazil e Dado Dolabella, que disse: “Nenhuma injustiça dura pra sempre. Ela cai pelo seu próprio peso. Que o amor e a justiça vençam o ódio e a vingança! Força!”. O MC João e o padre Laonardo Sale também demonstraram solidariedade para com o ex-peão de A Fazenda.

 

A Polícia Civil está investigando o caso de suspeita de estupro de vulnerável denunciado pela equipe de Dayane Mello. A modelo ainda não foi chamada para depor. Nego do Borel deve prestar depoimento nos próximos dias.

É importante ressaltar que o suicídio não pode ser visto nunca como uma saída. Se você estiver passando por um momento difícil, ligue 188, no Centro Voluntário à Vida, e busque ajuda.

Continua após a publicidade

Publicidade