Enem: o que escrever se o tema da redação for investimento em professores | Capricho

Enem: o que escrever se o tema da redação for investimento em professores

O MEC deu a dica e a gente conversou com uma professora para te ajudar na prova e entender os possíveis desdobramentos desse spoiler

Por Isabella Otto Atualizado em 12 jan 2021, 16h08 - Publicado em 8 jan 2021, 10h45
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Divulgação

O Enem 2020 está chegando e, embora haja uma movimentação estudantil para que o exame seja mais uma vez adiado – uma bastante justa, por sinal -, talvez tenhamos que encarar a realidade: o MEC, muito provavelmente, vai manter as datas das provas presenciais em 17 e 24 de janeiro. Inclusive, recentemente, o Ministério da Educação até soltou uma dica do possível tema da redação, que seria “investimento na formação de professores”.

Enem: o que escrever se o tema da redação for investimento em professores
CSA Images/Getty Images

Como já é uma tradição essa pista ser liberada todo ano, conversamos com a Carol Achutti, Professora de Redação do Descomplica, para entender os desdobramentos do possível tema e o que você pode escrever caso ele seja realmente cobrado.

“A melhor coisa é usar esse spoiler temático como uma possibilidade de se preparar. Pesquisar bastante quais são as leis, os direitos e deveres em relação à educação, quais as últimas notícias e atualidades. Pensar em todo esse processo. Por exemplo, pensando no caso do investimento na formação de professores, se a gente pensa no cenário atual, um ano pandêmico, em que esses professores se formaram para ter uma prática, uma rotina totalmente diferente deste ano, temos que levar em consideração o quanto esta formação precisa ser continuada e oferecida nos mais diversos meios para que a gente consiga manter a qualidade da educação em um bom nível“, explica Carol. Para ela, outros temas que têm a ver com a dica dada pelo MEC podem ainda ser abordados, como alfabetização na infância, educação domiciliar, homeschooling e ensino à distância.

CONFIRA A SEGUIR ALGUNS DADOS SOBRE O ASSUNTO PARA VOCÊ PESQUISAR:

– 15% dos estudantes de pedagogia escolheram a carreira como alternativa, caso não conseguissem outro emprego (Fonte: ENADE 2008)
– 70% dos alunos que cursam Pedagogia têm nota abaixo da média do Enem (FONTE: Banco Interamericano de Desenvolvimento)
– 71% dos professores avaliam os cursos de graduação como insuficientes e acreditam que a residência pedagógica precisa ser melhorada (FONTE: Todos pela Educação)
– Hoje, há mais matriculados em instituições de ensino superior no EAD que no ensino presencial. O número de alunos na modalidade EAD equivale a 24,3% do total de matrículas do ensino superior. Ou seja, um a cada quatro alunos estudam à distãncia. Esse crescimento vem acontecendo desde 2018. (FONTE: Inep/Censo da Educação Superior)
– Em 2019, o investimento do governo federal em creches e pré-escolas foi o mais baixo nos últimos dez anos (FONTE: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação)

  •  

    A redação é um bicho de sete cabeças para muitos estudantes, porque o Brasil não tem o hábito da pesquisa, da escrita e principalmente da leitura. Nos últimos quatro anos, por exemplo, o país perdeu 4,6 milhões de leitores. Além disso, de acordo com dados da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgados pela Agência Brasil, o brasileiro começa a ler em média cinco livros por ano, mas acaba somente metade deles, sendo a Bíblia o livro mais lido no país.

    Continua após a publicidade

    Para a professora Achutti, entretanto, ter o hábito da leitura e da escrita ajuda demais, mas é muito importante também estar ciente do formato de texto cobrado pelo Enem, para não zerar a redação mesmo tendo ótimas ideias. “O texto dissertativo-argumentativo é formado por três partes: a introdução, o desenvolvimento e a conclusão. Dentro destas partes, a gente tem que saber exatamente o que precisa colocar de recheio. Então, na introdução, eu preciso apresentar o tema, declarar a minha tese de maneira bem explícita – não dá para ficar em cima do muro. No desenvolvimento, eu vou precisar de dois argumentos, sendo que naturezas diferentes destes argumentos podem ajudar. Se eu trouxer um argumento mais filosófico, o meu outro argumento deve ser mais concreto, trazer uma notícia, um dado numérico, por exemplo. É importante variar as estratégias argumentativas. E para o final, pensando no Enem, a nossa conclusão tem um formato especifico, que é a proposta de intervenção. Tenho que respeitar essa estrutura que é exclusiva, digamos assim, do Enem. Ele requer essa proposta de intervenção. Ou seja, que você crie um projeto, estruture esse projeto em relação a agentes, implementação e efeitos, para resolver toda a problematização que você apontou. Então, é ter muita atenção na hora de planejar esse texto, porque você vai ter que apontar os problemas que você vai ser capaz de resolver – não dá para você apontar problemas e deixar essa ponta solta. Para esse problema, eu tenho uma solução possível? Se sim, eu posso usar aquela problematização“, esclarece a professora.

    Vale ressaltar também que é muito difícil medir em pontos o que pode ser considerado uma boa redação, porque essa pontuação depende de vários fatores. Contudo, segundo Carol, os cursos mais concorridos recebem uma nota maior de 760 pontos. Então, fica o alerta!

  •  

    Nesta reta final, resumo leves e bem estruturados ajudam bastante! É por isso que, até o dia 24 de janeiro, o Descomplica promove o Relashow Enem, um grande festival de conteúdos com o objetivo de aquecer e relaxar os alunos para o exame. Todos os dias, das 17h às 21h, o cursinho online oferece resumos e revisões de cada uma das áreas do conhecimento e disciplinas que caem na prova. Para participar, bastante se inscrever gratuitamente no site. No próximo dia 15, acontece a “Revisão Enem 2020 Redação”, que termina com um pocket show da Duda Beat. Aproveite!

    + GUIA DO ESTUDANTE: MEC e Inep dão pistas do tema de redação nas redes? Veja as apostas para 2020

    Quero Bolsa | Graduação, pós-graduação e técnico: bolsas de estudo com descontos de até 75% em mais de 1100 faculdades em todo o Brasil. Saiba mais!

    Continua após a publicidade
    Publicidade