5 dicas para para se aventurar no mundo da arte e desenhar melhor

A Alicia Rodrigues, da Galera Capricho, separou alguns conselhos para ajudar quem assim como ela gosta de desenhar

Por Blog da Galera Atualizado em 15 out 2021, 16h30 - Publicado em 15 out 2021, 16h29
topo galera beatriz
Barbara Marcantonio/CAPRICHO

E aí galera, como vocês estão? Aqui é a Alicia Rodrigues, da Galera CH, e voltei com mais dicas incríveis! Desta vez, são para desenhar melhor! Antes de tudo, quero deixar claro que essa não é nenhuma receita ou um passo a passo que promete a perfeição dos seus desenhos após a leitura, mas apenas algumas dicas que, com persistência e força de vontade, os resultados serão positivos. Eu desenho desde que me entendo por gente, então me sinto confortável em dar esses conselhos. Espero que gostem e seja uma boa leitura!

1. Adicione a prática do desenho a sua rotina

Assim como para tirar boas notas são necessárias horas diárias de estudo, desenhar também precisa de muita dedicação. Tente desenhar todos os dias. Pode ser uma simples flor ou um retrato super elaborado, por exemplo, só não deixe de treinar!

Mão de artista desenhando rosto em papel
Westend61/Getty Images

2. Tenha um caderno para os “rabiscos”

Além de ser um ótimo meio para perceber a sua evolução, um caderno de desenhos pode ser uma boa opção para se organizar e manter todos os seus desenhos em um só lugar. Ou se preferir, pode desenhar em folhas soltas e juntar tudo em uma pasta.

Pinceis, tinta e folhas pintadas
mediaphotos/Getty Images
Continua após a publicidade

3. Não se compare com outros artistas

É natural nos compararmos com outras pessoas em relação a diversos assuntos na vida, porém recomendo que não use as criações de outros para se criticar, mas sim, como inspiração para as suas. Sendo assim, você poderá definir seus gostos e desgostos. Cada pessoa tem seu estilo de desenho, relaxa.

4. Deixe o perfeccionismo de lado

Quando nos privamos de experimentar novas coisas por culpa da perfeição, deixamos de aprender com nossos “erros”. A arte que você achar ruim pode ser incrível para outra pessoa, pois cada um tem uma perspectiva diferente. Não desanime e continue!

Artista durante processo criativo
yacobchuk/Getty Images

5. Seja ousado nas criações

Assim como o perfeccionismo, o medo de tentar novas formas de arte também te impede de descobrir seus maiores gostos! Portanto, não se esqueça que além do lápis e borracha existe uma série de materiais que podem ser explorados. A arte é individual e você não precisa ter medo dela.

Espero que se dediquem nas suas criações e compartilhem comigo nas redes sociais! Até já!

Continua após a publicidade

Publicidade