Diário de Intercâmbio: e quando bate a saudade de casa?

Catharina Doria, nossa correspondente na Espanha, explica como lida com a saudade durante o intercâmbio.

Por Isabella Otto 29 mar 2018, 15h40

Saudade. Ô, sentimento complicado… Durante o intercâmbio, ele te acompanha com bastante frequência. Quando a gente muda de país para estudar, acaba deixando tudo para trás. E o que é tudo? Amigos, família, cachorro, gato, papagaio. A gente também deixa os nossos lugares favoritos: nossos restaurantes, parques, shoppings… Todo nosso mundo confortável onde a gente cresceu, brigou, chorou, amou e viveu. É óbvio que isso dá saudade. Mas é normal. Você não precisa se assustar quando acontecer com você – e vai acontecer, com mais intensidade no primeiro mês. Depois, melhora.

Reprodução/Reprodução

Acho que o medo de sentir saudade vem da nossa cultura. A gente acha que não é natural, mas, por favor, não há nada mais natural que chorar de saudade de alguém ou de alguma coisa. Pode ficar triste de vez em quando, sim, viu? Só não pode ficar sempre. Quando você vira o seu mundo de cabeça para baixo, é óbvio que vai sentir o baque. Talvez você chore, talvez não. Talvez fique triste, talvez não. Talvez sinta falta de casa, talvez não. Independentemente do que sentir, sabia que vai ficar bem. A gente tem que pensar na saudade como algo momentâneo e não como algo que vai te acompanhar todos os dias.

  • O importante é virar a página e perceber que o que ficou para trás, ficou para trás. Simples assim. O que era para ter acontecido, aconteceu. Agora, no presente, você vive em outro lugar. E que oportunidade incrível essa, não?! Pense na experiência maravilhosa que você vai viver ou já está vivendo: país diferente, pessoas diferentes, costumes diferentes…

    https://www.instagram.com/p/Bg2LoIlHogx/?taken-by=cahdoria

    Você deixou alguns amigos no Brasil? Faz parte, você vai fazer novos. Você deixou seu parque favorito? Pode ter certeza que você vai encontrar outro parque favorito. Não estou dizendo que tudo na vida é substituível, mas a vida continua e você precisa entender que está e vai ficar bem.

    https://www.instagram.com/p/BgxCiKjnLBP/?taken-by=cahdoria

    Resumindo: sentiu saudades de casa? Tudo bem chorar e bem ficar tristinha. Mas nada de ficar no quarto o dia inteiro, hein? Chame suas amigas novas do intercâmbio para uma sessão de cinema na sala, saia sozinha pela cidade, aproveite a chance de conhecer mais um pedacinho do mundo! Você precisa se deixar sentir para criar um capítulo novo no seu livro da vida.

    Beijos diretamente de Segovia,
    @cahdoria

    Continua após a publicidade
    Publicidade