Blog da Galera: vantagens e desvantagens de morar fora do Brasil

Nina Braga, integrante da Galera CAPRICHO, mora em Portugal há seis anos!

Por Da Redação - 27 nov 2017, 12h38

Oi, gente! Meu nome é Nina e, já que esse é o meu primeiro post aqui no Blog da Galera, queria que vocês conhecessem um pouco mais da minha história. Para quem não sabe, eu moro fora do Brasil, em Portugal, há 6 anos – desde 2011. Nasci em São Paulo, mas sou baiana de alma e coração, já que minha família inteirinha é de lá! Me mudei para Lisboa por conta do trabalho do meu pai e moro aqui com ele, minha mãe e meu irmão mais velho.

Arquivo Pessoal/Reprodução

Para começar, morar fora não é tão fácil quanto pensam, especialmente quando a escolha não é sua. Mas, como tudo, tem suas vantagens e desvantagens. Criei uma lista para falar um pouco delas, começando pelas vantagens.

1. Viajar mais
Por estar na Europa, eu tenho a oportunidade de conhecer e visitar muitos outros países diferentes. Minha família gosta muito de viajar e a gente não perde uma oportunidade de pegar uma passagem com preço bom e passar uns dias fora de Portugal. Só pra vocês terem uma ideia, eu nem preciso pegar um avião para chegar em outro país. A Espanha, por exemplo, fica a menos de 3 horas da minha casa! Por conta disso, eu viajo bastante e mal posso esperar para compartilhar essas viagens com vocês.

2. Segurança e liberdade
Infelizmente, o Brasil sofre muito com essa questão da segurança. Morar aqui tem esse ponto positivo: de poder andar na rua livremente sem se preocupar com assaltos ou coisas do tipo. Eu, por exemplo, com 13 anos, saio sozinha o tempo todo. Pego ônibus, metrô, táxi e ando tranquilamente durante qualquer hora do dia. Se tem uma coisa boa daqui, realmente é essa sensação de liberdade.

3. Conhecer gente do mundo inteiro e de outras culturas
Quando ainda estávamos no Brasil, eu e meu irmão decidimos que, se era para mudar, ia ser para mudar de vez! Escolhemos estudar numa escola internacional, onde todas as aulas são 100% em inglês – com exceção das matérias de Português, Francês e Espanhol. Quando cheguei aqui, não sabia falar quase nada em inglês; só aquele “hello” e “my name is”. Agora, penso que às vezes sei falar melhor em inglês do que em português! Foi um pouco assustador processar toda aquela mudança, mas acho que foi uma ótima escolha. Hoje em dia, convivo com pessoas de todo o mundo e de todas as culturas. Tenho um pensamento muito mais globalizado, já que carrego a cultura e convivência dessas diferentes realidades na minha bagagem. Minha educação consiste em aprender coisas sobre o mundo inteiro e isso me tornou uma pessoa bem mais tolerante, além de ter expandido completamente o meu jeito de pensar.

Arquivo Pessoal/Reprodução

Agora, pulando para as desvantagens:

Continua após a publicidade

1. Saudade
Se me perguntassem qual é a coisa mais difícil em morar fora do meu país, com certeza eu diria a saudade. Sou muito agarrada a minha família e a saudade é uma coisa que até hoje não aprendi a lidar muito bem. Mesmo com tanto Skype, WhatsApp e redes sociais, tudo isso é diferente de um abraço de verdade ou uma conversa cara a cara. Agora mesmo, estou contando os dias para visitar minha família em Salvador! Como em todo ano, a volta é e sempre será muito difícil. Mas, pensando bem, a saudade acaba virando uma vantagem, né? Ela nos faz valorizar cada momento que estamos com as pessoas que gostamos.

2. Distância
Além da saudade, a distância é outro problema para quem mora fora do país. É difícil ver os momentos em que toda a família ou seu grupo de amigos estão reunidos e saber que você não pode estar junto. Além do cotidiano, a distância é ainda mais sentida em datas importantes, como aniversários, feriados ou casamentos.

3. Choque cultural
Embora Portugal seja muito parecido com o Brasil em muitos aspectos, muita coisa é bem diferente! É claro que existem exceções, mas de maneira geral, o português é menos expansivo do que o brasileiro. Nós, brasileiros, costumamos ser muito abertos. Os portugueses são mais reservados – mas o fato de eles serem mais reservados não significa que são menos carinhosos e atenciosos! A gente vai se adaptando, mas confesso que foi bem difícil no começo.

Depois de tudo, aprendi uma coisa importante: toda mudança sempre traz coisas positivas e negativas – mas cá entre nós, acho que no meu caso as positivas estão levando vantagem!

Beijos,
@ninabraga

 

https://www.instagram.com/p/BW8kL_Tl6Ag3k4oxAiA8LbUTxggHv4oGUtmOco0/

Continua após a publicidade
Publicidade