Óleo de rícino realmente pode ajudar no crescimento dos fios?

Especialistas revelam se o ingrediente entrega benefícios para o cabelo, cílios e sobrancelhas

Por Adrieny Magalhães 10 jul 2022, 09h21

O óleo de rícino, também conhecido como óleo de mamona, é um ativo de origem vegetal que ganhou muita visibilidade no mundo da beleza com a promessa de auxiliar no crescimento dos cabelos, sobrancelhas e cílios. Um dos ingredientes queridinhos entre pessoas que não dispensam uma receitinha caseira!

Mas será que ele realmente entrega tudo o que promete? A CAPRICHO conversou com especialistas no assunto e aqui está tudo o que você precisa saber!

O que o óleo de rícino promete?

Por ter se popularizado, hoje é muito fácil encontrar o óleo vegetal proveniente da semente Ricinus communis em lojas de cosméticos, supermercados e farmácias de manipulação. O óleo de rícino promete:

  • Nutrir e hidratar os fios;
  • Formar uma barreira de proteção nos fios;
  • Ação anti-inflamatória no couro cabeludo e pele;
  • Auxiliar no crescimento dos fios.

Com esses benefícios, acabou se tornando um aliado para turbinar a rotina de cuidados com o cabelo de quem busca o crescimentos dos fios.

Óleo de rícino no cabelo

Aplicar o óleo de rícino no couro cabeludo ou no comprimento do cabelo é um dos usos mais comuns do ativo. No entanto, é fundamental que você entenda como utilizar e se, de fato, seu cabelo vai usufruir de bons resultados com o óleo vegetal.

Pode ser utilizado no cabelo?

Os tricologistas Valine Alencar e João Gabriel Nunes respondem a essa pergunta.

Valine Alencar conta que o óleo de rícino não é tão benefíco para os cabelo, especialmente por ser um óleo muito denso, gorduroso e com baixa penetrabilidade nos fios – o que o torna difícil de ser retirado também. “Como tricologista, sempre indico o óleo vegetal de abacate, que é um curinga para a saúde do couro cabeludo e dos fios, recomendado para todos os tipos de cabelos, com alto teor hidratante. Benéfico também para o couro cabeludo, além de ser facilmente encontrado em farmácias, supermercados e com valor acessível.”

Gif da Zendaya arrumando o cabelo com as duas mãos
Zendaya Gif/Reprodução

Já João Gabriel Nunes explica que não existe comprovação científica para afirmar que o óleo de rícino possa estimular o crescimento dos fios no geral, mas que é um recurso que ajuda a manter o couro cabeludo hidratado, nutrido e, consequentemente, com fios mais brilhosos, volumosos e estimulados para o crescimento saudável. “Além disso, ele pode ser utilizado como pré-xampu ou para umectação capilar“, conta o profissional.

A melhor forma de utilizar o óleo de rícino

A dica é utilizar o óleo de rícino em pouca quantidade ou misturado a uma máscara de hidratação de sua preferência. “Por conta da sua função hidratante, o óleo pode ser usado para essa finalidade e, assim, evitar a quebra e opacidade dos fios e pelos, ajuda a selar a cutícula para ficar mais lisa e no combate à caspa, devido a ação antifúngica, além de agir para devolver os lipídios perdidos com químicas e fontes de calor como secador, chapinha, babyliss. Se usado corretamente, o óleo ajuda a manter os fios e pelos hidratados e nutridos, com mais brilho, força e saúde”, completa o tricologista.

Ariel penteando cabelo com garfo
Ariel GIF/Reprodução
Continua após a publicidade

É indicado para todos os tipos de cabelo?

Sim! Ele é recomendado para todas as curvaturas, em especial para as cacheadas e crespas, que têm uma necessidade maior de nutrição no dia a dia. Até mesmo os fios oleosos podem se beneficiar da ação nutritiva do óleo de rícino.

Diminui a queda dos fios?

“Assim como não há comprovações científicas em relação ao crescimento dos fios, o mesmo vale para a queda. Existem diversas causas que podem levar a essa perda capilar, por isso é necessário uma avaliação com um tricologista para entender o caso e indicar o melhor tratamento. O uso desse óleo pode retardar o diagnóstico ou até piorar o quadro”, alerta João Gabriel Nunes.

steve-stranger-things-joe-keery-cabelo-gif
Reprodução/Netflix

Nas sobrancelhas

Para conquistar sobrancelhas saudáveis e cheias, o óleo de rícino é um ótimo aliado. Apesar de não acelerar o crescimento, ele auxilia na hidratação dos fios, fazendo com que o crescimento seja estimulado. Para essa área, indica-se o uso de pouco produto antes de dormir por pelo menos duas vezes na semana.

Nos cílios

Utilizar o óleo de rícino nos cílios também serve para hidratar os pelinhos. Com a hidratação, seus cílios ficam mais fortalecidos, evitando quebras e quedas e, assim, crescem naturalmente mais saudável! A tricologista Valine Alencar recomenda que o óleo seja aplicado antes da lavagem, com fios secos ou um pouco úmidos. Você pode deixá-lo agir por mais ou menos 30 minutos.

gif-cílios
GIF/Reprodução

+ Nós sabemos que o mundo é complexo de entender, ainda mais em ano eleitoral. Vem com a gente no CH na Eleição.

Como retirar o óleo de rícino corretamente?

Assim como a aplicação do produto deve ser feita de forma correta, retirá-lo por completo é fundamental! Para o cabelo, a dica é que aplicar um creme ou máscara com ação bastante emoliente para ir dissolvendo o óleo antes da aplicação do xampu. Depois disso, basta caprichar no uso do seu xampu preferido e seguir seus cuidados.

Já nos cílios e sobrancelhas, utilize um xampu neutro com cuidado. Pode ser aqueles indicados para bebês e crianças, sabe?

GIF animado de uma garota lavando o cabelo crespo no salão de beleza
GIF lavando o cabelo GIPHY/Reprodução

E aí, o que você acha de investir nesse tipo de óleo? Lembre-se de consultar um especialista antes, ok?

Quem colaborou com a matéria: médico tricologista João Gabriel Nunes, membro da Sociedade Brasileira do Cabelo e da Sociedade World F.U.E Institute. É fundador do Centro Médico Capilar (Mogi Guaçu, SP), referência mundial em transplantes capilares; Tricologista Valine Alencar, formada pela Academia Brasileira de Tricologia e pela Internacional Association of Tricologists (AT), conta ainda com formações diversas em Terapia Ortomolecular e Aromaterapia, Biofísica, Envelhecimento Capilar, Cosmetologia em Tricologia, Epigenética.

Continua após a publicidade

Publicidade