Marca recolhe máscara facial do mercado após polêmica nas redes sociais

Consumidores reclamaram que o produto pode causar uma intensa irritação na pele. Eita!

Por Da Redação 10 jan 2020, 12h09

Sabe aqueles dias em que você decide dar uma relaxada, acender umas velas e fazer um ~spa day~ na sua casa? Imagina a frustração de, logo depois de aplicar uma máscara facial, ver seu rosto todo vermelho! Pois é… Isso aconteceu com várias clientes que usaram um produto da marca americana Yes To (que não é vendida no Brasil) e acabaram sofrendo com uma irritação bem forte na pele.

Grapefruit-Unicorn-Paper-Mask-480x696
Grapefruit Vitamin C Glow-Boosting Unicorn Paper Mask, da Yes To Yes To/Divulgação

Muitas garotas que testaram a Grapefruit Vitamin C Glow-Boosting Unicorn Paper Mask reclamaram nas redes sociais e a situação ganhou uma proporção muito grande, já que o problema aconteceu com pessoas de diferentes tipos de pele. Leisa Covelli, em uma entrevista ao Today, contou que a filha de 11 anos usou o produto e o resultado foi desesperador. “A queimadura seguia todo o contorno da máscara. Era uma loucura, tipo, você pode ver onde ela a pressionou em seu rosto”, relembrou.

  • No post a seguir, uma consumidora relata que não tem pele sensível, que já tinha usado outros produtos da marca e que isso nunca havia acontecido antes. Desta vez, no entanto, sentiu seu rosto queimar cerca de três minutos após a aplicação. Na época, ela ainda aguardava uma resposta da Yes To.

    O negócio foi tão sério que a empresa retirou a máscara do mercado enquanto investiga a questão e pediu para que quem que já tivesse comprado o cosmético o devolvesse. “Pedimos desculpas a qualquer pessoa que tenha sido afetada dessa maneira, especialmente durante as férias”, dizia um comunicado oficial divulgado nas redes sociais.

    Que tenso, não? 

    Continua após a publicidade
    Publicidade