Após falar de cabelo de Ludmilla, Val Marchiori é condenada a indenizá-la

No Carnaval de 2016, a socialite disse que o cabelo usado pela cantora em um desfile parecia bombril

Por Da Redação 6 jun 2018, 13h52

No Carnaval de 2016, muito se falou sobre um comentário, considerado preconceituoso, que Val Marchiori fez a respeito do visual de Ludmilla. Na época, a socialite, que comentava a festa durante a programação da Rede TV, disse que o cabelo da cantora como musa da escola de samba Salgueiro parecia “bombril”. Ela foi processada e, nesta quarta-feira (6/6), a Justiça do Rio de Janeiro condenou Val a indenizar Lud em R$ 10 mil.

ludmilla-val-marchiori
Reprodução/Instagram

A socialite citou o direito à liberdade de expressão e disse não ter criticado o cabelo de Ludmilla, e sim a peruca usada por ela. “O vídeo do programa está disponível na internet e nele está muito claro que a primeira ré insiste em comparar o cabelo da autora a um Bombril, ainda que os apresentadores do programa tenham tentado impedir que ela continuasse a ofender a autora, afirmando que se tratava de um aplique e não do cabelo da cantora”, escreveu a juíza Mariana Moreira Tangari Baptista, da 3ª Vara Cível do Fórum Regional da Ilha do Governador.

Ainda de acordo com a juíza, o comentário não teve conteúdo jornalístico e foi “depreciativo e racista, apto a causar dano moral à autora”. Depois da decisão, Val enviou uma nota ao G1 e garantiu estar surpresa: “Não houve de minha parte qualquer comentário racista. Não sou e nunca fui racista e aguardo, serenamente, que a decisão seja revista no recurso que já está sendo preparado pelo meu advogado”.

View this post on Instagram

filho da sorte eu sou Vento sopra a meu favor Gira sorte, gira mundo, malandro deixa girar Quem dá as cartas sou eu, pode apostar 😍💃🏾

A post shared by Ludmilla (@ludmilla) on

  • Embora não tenha se manifestado agora, quando tudo aconteceu, a cantora se pronunciou no Instagram. “Eu fiquei muito triste quando vi o vídeo, mas curti o restante da minha noite de ontem tranquila e com sensação de dever cumprido após o desfile da minha escola maravilhosa que arrasou na avenida. (…) Tenho muito orgulho da minha raça e não vai ser qualquer pessoa que vai me colocar pra baixo por puro preconceito, SER CHIQUE É TER VALOR E NÃO PREÇO”, escreveu no post.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade