O que aconteceria no Brasil e no mundo se a Amazônia deixasse de existir?

Conversamos com um especialista para entender os efeitos da destruição da Amazônia: "Um colapso da humanidade", garantiu ele.

Nas últimas semanas, pessoas de vários lugares do mundo estiveram falando sobre a Amazônia; o maior bioma brasileiro vem sofrendo queimadas há mais de vinte dias seguidos. Já no nosso país, teve quem compareceu às ruas para protestar pelo fim do desmatamento e também teve quem não deu tanta importância assim para o assunto. Mas a questão que deveríamos estar discutindo é: você imagina o que poderia acontecer se essas queimadas destruíssem a Amazônia por completo?

Vista aérea das queimadas que atingem a Amazônia.

Vista aérea das queimadas que atingem a Amazônia. (Victor Moriyama/Getty Images)

Para entender melhor a importância desse bioma e os efeitos que a humanidade sentiria se ele fosse destruído, a CAPRICHO conversou com o Luiz Rafael Silva, professor de biologia e coordenador pedagógico do colégio Mopi. Para início de conversa, é preciso compreender que a Amazônia tem um papel muito importante na regulação térmica do nosso planeta. Como isso ocorre? A grande quantidade de florestas e o processo de evapotranspiração formam os chamados rios voadores, concentrações de água que acabam amenizando a temperatura.

Essa influência na temperatura global também está relacionada ao processo de fotossíntese das árvores, que captam gás carbônico. “Toda vez que eu tenho uma árvore morta, essa árvore deixa de captar gás carbônico e esse gás carbônico que estava nela no formato de carbono orgânico vira fumaça. E aí o que acontece? Quanto mais gás carbônico eu tenho na atmosfera, maior a potenciabilidade de aumentar a temperatura da Terra por conta do aquecimento global“, explica o professor Luiz.

Aquecimento global é um processo de mudança da temperatura global da atmosfera e dos oceanos, relacionado ao chamado efeito estufa – algo natural do nosso planeta. De acordo com o professor, parte da luz solar que vem sobre a Terra fica retida no planeta por conta da camada de gás carbônico e a outra parte vai embora. “Só que com uma camada maior promovida pelo aumento de gás carbônico, menos calor vai para fora e fica mais calor aqui dentro. Algo que está acontecendo na nossa floresta agora acaba impactando a temperatura mundial e a dos oceanos”, diz.

Eventualmente, isso também causaria o branqueamento de corais e a perda da biodiversidade local. “Então quando a gente para pra observar o que está acontecendo, principalmente com o aumento excessivo do desmatamento em um período relativamente curto em comparação aos outros anos, a gente está potencializando, de certa forma, uma catástrofe. Porque não é só na floresta, é o mundo inteiro que sofre com isso“, comenta.

 (Ricardo Lima/Getty Images)

Além disso, você sabia que nenhuma outra região do mundo se assemelha à importância da Amazônia? Isso porque o Brasil, que é localizado em uma região tropical, é responsável pela maior megadiversidade do mundo. Ou seja, possui uma grande quantidade de espécies diferentes de todos os seres vivos. “Parte dessa megadiversidade está alocada na Amazônia e na Mata Atlântica. É claro que nas regiões tropicais eu tenho outros países megadiversos, mas não tanto quanto o Brasil ou a região amazônica”, afirma o professor Luiz.

Para ele, a destruição da Amazônia representaria o fim de tudo que conhecemos hoje. “A gente iria ter, primeiro, um colapso da humanidade. E a humanidade, em si, deixaria de existir“, opina o especialista. Segundo ele, algumas pesquisas já indicam que a humanidade deve deixar de existir daqui 200 anos, por conta do tanto que nós, seres humanos, já destruímos em relação ambiental.

É por esse possível futuro catastrófico que o governo brasileiro precisa agir contra as queimadas e o desmatamento o mais rápido possível. “Além disso, a própria população não pode ficar somente no discurso raso de conhecimento. Ela precisa conhecer mais sobre essa floresta, sobre os processos que ocorrem nela, até para poder praticar a defesa junto ao que está acontecendo hoje”, finaliza.

Salvem o planeta – até onde sabemos, esse é o único em que podemos viver.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s