Facebook e Instagram vão banir contas usadas por menores de 13 anos

As duas plataformas já proibiam perfis criados por crianças, mas muitas delas violavam as regras informando a idade errada

Por Amanda Oliveira - 25 jul 2018, 11h59

De acordo com as políticas de uso do Facebook, contas criadas por crianças menores de 13 anos são proibidas. Entretanto, ainda assim, era facilmente possível infringir as regras ao criar um perfil e informar uma idade diferente. Mas, a partir das próximas semanas, esses perfis serão banidos. O Instagram seguirá a mesma política.

iStock/Reprodução

Até então, o Facebook apenas deletava contas de crianças depois de receber uma denúncia de outro usuário e realizar uma investigação do conteúdo do perfil. Agora, de acordo com um anúncio recente da empresa, uma equipe especializada realizará o processo de forma reativa. 

Isso significa que o grupo irá conferir fotos e textos dos usuários suspeitos para tentar descobrir a idade, seja através de uma denúncia (por qualquer motivo) ou caso a própria equipe do Facebook encontre um perfil suspeito. Se a suspeita for confirmada, a conta fica suspensa e só é liberada novamente após o usuário fornecer provas de que tem mais de 13 anos.

Em uma publicação no blog oficial, a empresa também exige treinamento dos funcionários globalmente. “Estamos atualizando as orientações para revisores, para que suspendam qualquer conta”, afirmou Monika Bickert, vice-presidente global de políticas de conteúdo do Facebook.

Continua após a publicidade

A mudança é mais uma estratégia do Facebook para melhorar a segurança na rede. Há algum tempo, a empresa tem trabalhado em campanhas e novas ferramentas em parceria com especialistas, acadêmicos, representantes de ONGs e advogados, para diminuir casos de bullying, fake news, discursos de ódio, sextorsão, entre outros.

 

Publicidade