Catha sobre seu propósito na música: “Quero criar um espaço confortável”

Conheça a brasileira de 20 anos que, além de cantora, entrega tudo quando se trata de looks estilosos e maquiagens diferentonas!

Por Sofia Duarte Atualizado em 6 jun 2022, 17h27 - Publicado em 7 jun 2022, 12h00
Foto da cantora Catha usando penteado com dois coques no topo da cabeça e blazer verde. A franja dela está solta e ela está segurando as pontinhas com as mãos.
Catha Divulgação/Divulgação

Aos 20 anos, Catha é uma cantora brasileira cheia de personalidade que traz referências de artistas como Olivia Rodrigo, Lorde e Billie Eilish e já conta com mais de um milhão de streams no Spotify. Em fevereiro deste ano, ela lançou seu primeiro EP, Sobre mim (talvez) sobre você, e, recentemente, a música Com Todo Respeito, um feat com Clarissa.

Além das letras autorais potentes, os clipes de Catha atraíram os nossos olhares e revelam a proximidade que ela tem com o mundo da moda. Em entrevista à CAPRICHO, a carioca conta como começou no ramo artístico e fala sobre sonhos que tem para a sua carreira.

“A música sempre fez parte da minha vida. Meus pais escutavam muito, temos um gosto eclético em casa e, por causa da escola, tinha aula de música e tocava vários instrumentos”, lembra. “Mas a minha primeira paixão mesmo foi o musical e, lá no fundo da minha mente, sempre foi um sonho ser cantora.” Aos 17 anos, Catha mostrou suas composições para os pais e recebeu todo o apoio deles. Foi aí que ela decidiu investir mesmo nesse ramo.

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

Só que, antes da música, a cantora recorda sua relação com a moda por meio da sua mãe, que é estilista. “Desde quando a minha mãe fazia faculdade de moda, eu ia com ela quando era menor, ela tinha uma fábrica, eu ficava debaixo da mesa cheia de panos, brincando com os retalhos”, conta. E, por meio das roupas, Catha tinha vontade de externalizar sua personalidade. “Eu sempre quis ser única de algum jeito com as minhas roupas, e eu acho que a música também é a mesma coisa. Porque eu gosto de criar um universo para cada música. Eu acho que a roupa fala muito também, ter uma roupa específica com um significado, sempre extravagante, colorida…”

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

E esse cruzamento entre moda e música é bastante perceptível na identidade visual da cantora, como vemos no single Vou me iludir de novo, que tem toda uma estética Y2K envolvida. “Enquanto eu estou escrevendo a música, já vou pensando no meu processo criativo visual. […] Junto com a fotógrafa Giselle Dias, que também fez a direção criativa dessa capa [de Vou me iludir de novo], pensei em uma imersão nos anos 2000 e no estilo cyberpunk.”

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

Se você der uma olhada nas fotos das redes sociais da Catha, também vai perceber que ela não brinca em serviço quando o assunto é beleza! Penteados ousados e maquiagens coloridas e extravagantes são a cara dela! “É muito divertido esse processo criativo de maquiagem, essa coisa de beleza toda que eu faço com o Walter Lobato, meu maquiador. Eu sempre amei me maquiar, durante a pandemia eu passava o dia todo fazendo tutoriais para mim mesma, e é muito divertido pensar em coisas bem malucas e extravagantes para os clipes com o Walter”, comenta. Delineados gráficos, cores vibrantes e brilhos são as tendências queridinhas da cantora no momento! Além de anéis chunky, luvas, trancinhas na franja e coque espetado.

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

Tudo meu é chamativo! Não saio de casa sem uma coisa brilhosa, uma cor, então não seria diferente no palco. Acho que uma coisa que é importante para mim é eu poder me movimentar bem para me sentir confortável, mas, no final do dia, eu quero estar maravilhosa e chamativa e ser eu, sabe?”

Na música Meu lado da história, que fecha o EP, Catha fala relembra momentos difíceis na letra que diz “tem um lugar guardado pros rejeitados, levados a achar que nunca iam vencer”. “Toda menina já teve algum problema com autoestima. Nessa música, eu falo um pouco sobre isso, sobre bullying, sobre talvez achar que você não pertence… Muitas das minhas músicas têm um pouquinho disso, porque, como uma menina, eu sempre me senti um pouco fora do padrão, sempre senti que eu não me encaixava muito bem. E, aí, com a música, eu fui me encontrando, e é importante falar sobre isso, para as pessoas não terem vergonha. Uma grande missão na minha música é criar um espaço para as pessoas se sentirem confortáveis, sentirem que elas pertencem a algum lugar.”

E ela ainda dá um conselho para quem está vivendo uma fase difícil. “Todo mundo sempre vai ter um momento em que não vai estar se sentindo bem, e o que me falavam quando eu estava com a autoestima baixa ou em um dia não tão bom, era a coisa mais clichê: ‘Vai passar, daqui a pouco você vai ficar bem, você vai achar o seu círculo’. Tudo chega em um ponto em que você começa a ficar mais segura, você começa a se rodear de pessoas que realmente te valorizam, gostam de você, gostam da sua essência. Estar rodeada de pessoas que te fazem bem é um começo“, afirma.

View this post on Instagram

A post shared by Catha (@sou.catha)

Quanto aos próximos passos para a carreira, Catha não esconde que seu maior sonho é fazer shows para um público fiel e animado. “O que eu mais fico sonhando em relação a minha carreira é um show com milhares de pessoas, todo mundo cantando a minha música de volta para mim… Agora, o que eu estou mais animada para fazer é voltar a cantar no palco, a me apresentar… Então, eventualmente poder cantar em um festival enorme, ter vários fãs cantando a música de volta para mim seria um sonho.”

Desejamos todo o sucesso do mundo para você, Catha! <3

Continua após a publicidade

Publicidade