Após sofrer racismo na escola, garota cria marca de roupas empoderadora

O objetivo de Kheris Rogers é incentivar o amor próprio de outras crianças e adolescentes <3

Por Sofia Duarte - Atualizado em 3 jul 2020, 12h09 - Publicado em 2 jul 2020, 13h47

Aos 10 anos, depois de sofrer bullying e racismo na escola, a norte-americana Kheris Rogers decidiu lançar sua própria marca de roupas, com a ajuda de sua irmã mais velha. 

Apoiada pela família, Kheris sentiu que precisava transformar sua experiência negativa em algo positivo e empoderador. Foi aí que criou a Flexin’ In My Complexion, que, em tradução literal, significa algo como “Força em minha Cor”. Recentemente, a garota, agora com 13 anos, assinou um contrato com o novo girl group da Columbia Records, chamado Run The World,

Kheris Rogers usando camiseta de sua marca, Flexin’ In My Complexion Instagram/@kherispoppin/Reprodução

“Beleza não tem nada a ver com a aparência exterior”, afirma a jovem em seu site. “Tem a ver com o seu interior, sendo gentil, inteligente e criativo. Ser bonito significa saber com confiança que você é suficiente do jeito que você é. Quando eu me olho no espelho, eu digo coisas legais como: ‘Eu sou esperta, sou gentil, sou confiante.’ É empoderador”, completa.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

FLEXIN’ 🙌🏾 @teenvogue #teenvogue #flexininmycomplexion #kherisrogers

A post shared by Kheris Rogers🍫🍫🍫 (@kherispoppin) on

A miniempreendedora fez tanto sucesso que participou do Harlem Fashion Week de 2017, em Nova York, e foi notada por ninguém mais, ninguém menos que a cantora Alicia Keys. Incrível, né?

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Okay ladies now let's get in formation! Harlem Fashion Week at New York Fashion Week was a blast! #NYFW #flexininmycomplexion #kherisrogers #harlemfw

A post shared by Kheris Rogers🍫🍫🍫 (@kherispoppin) on

No ano passado, ela também desenvolveu uma camiseta em parceria com a atriz Lupita Nyong’o. A peça fazia referência ao livro infantil Sulwe, que foi escrito pela artista, e tinha parte da renda revertida à instituição The Africa Center.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

So proud of the tee collaboration I did with @lupitanyongo’s new book Sulwe. What makes this tee even more special is that a percentage of sales is going to @theafricacenter. Have you ordered your tee yet?! #flexininmycomplexion #sulwe #lupitanyongo #kherisrogers #blackgirlmagic

A post shared by Kheris Rogers🍫🍫🍫 (@kherispoppin) on

Em entrevista ao site PopSugar, Kheris revelou que adoraria colaborar com outras marcas criadas por mulheres negras, como a Ivy Park, da Beyoncé, ou a Fenty, da Rihanna. Imagina que sonho?

Por fim, ela contou qual é a mensagem que espera passar às crianças e adolescentes que podem estar sofrendo bullying ou qualquer tipo de preconceito. “Nós somos todos únicos, inteligentes e criativos do nosso próprio jeito. Nossas diferenças são o que nos tornam especiais, e isso deveria ser abraçado, então não importa o que as outras pessoas pensam de você“, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade