Após acusação de cópia, Taylor Swift mudou merchandising do novo álbum | Capricho

Após acusação de cópia, Taylor Swift mudou merchandising do novo álbum

Empresária norte-americana acusou a equipe da cantora de copiar o logo de sua marca

Por Da Redação Atualizado em 3 ago 2020, 21h19 - Publicado em 3 ago 2020, 17h29

Em julho, Taylor Swift lançou seu novo álbum, Folklore. Junto dele, divulgou também algumas mercadorias oficiais, como um cardigan que faz referência ao single principal e homônimo do disco, camisetas e moletons. Porém, com alguns dos produtos, a cantora foi acusada de copiar uma pequena marca norte-americana.

A empresária Amira Rasool é dona de uma grife online independente chamada The Folklore e usou as redes sociais para mostrar algumas peças de Taylor que traziam a inscrição “The Folklore” de forma bastante similar ao logo de sua marca. “Esta manhã, percebi que a cantora Taylor Swift está vendendo produtos inspirados em seu novo álbum, Folklore. Ela está vendendo itens com as palavras ‘The Folklore’ estampadas. Baseado na semelhança do design, eu acredito que os estilistas do merchandising roubaram o meu logo“, escreveu.

View this post on Instagram

This morning, it came to my attention that musician #TaylorSwift is selling merchandise to go along with her new album ‘Folklore’. She is currently selling merchandise with the words "The Folklore" printed on them. Based on the similarities of the design, I believe the designer of the merch ripped off my company's logo. I am sharing my story to bring light to the trend of large companies/celebrities copying the work of small minority-owned business owners. I am not going to let this blatant theft go unchecked. Please tag @diet_prada and @thefashionlaw under the post and share this on Twitter and IGz #TheRealFolklore #TheFolklore Original logo designed by @cainecasket

A post shared by Amira Rasool (@amirarasool) on

E finalizou: “Eu estou compartilhando a minha história para chamar atenção para a tendência de grandes empresas/celebridades copiarem o trabalho de pequenos negócios.”

Em entrevista à revista norte-americana InStyle, Amira falou mais sobre a história. “É apenas difícil de acreditar que o time da Taylor não tenha visto o logo da minha empresa. Claramente não foi a própria Taylor que encontrou a The Folklore e fez esse desenho. Porém, no final do dia, é ela quem está lucrando com isso”. comentou.

  • Alguns dias depois, o time da cantora se posicionou sobre o assunto afirmando que compreendia a estilista e que iria mudar o design da frase para que não ocorresse nenhuma confusão. “Nós honramos o pedido e notificamos todos que compraram mercadorias com a palavra ‘the’ antes de ‘folklore’ que eles receberão os produtos com a alteração do desenho”, disseram.
    Na esquerda, o cardigan com o escrito “The Folklore”. Na direita, com o design da frase atualizado Taylor Swift Store/Divulgação

    “Eu reconheço que Taylor tem sido uma grande advogada pelos direitos criativos das mulheres, então é muito bom ver que seu time também pensa dessa forma. Foi um ótimo primeiro passo”, comentou Amira em um comunicado após a equipe da artista retirar os produtos com logo similar ao de sua marca do site oficial.

    Continua após a publicidade
    Publicidade