10 curiosidade sobre os bastidores de Malévola: Dona do Mal

Você sabe que batom Angelina Jolie usava para a personagem? Ou tinha ideia de que um dos cenários precisava ser regado o tempo todo?

Malévola: Dona do Mal, a sequência do filme sobre uma das vilãs mais queridas da Disney, já está nos cinemas! Desta vez, a fada das trevas precisa lidar com um novo desafio: encarar a saída de Aurora (Elle Fanning), sua afilhada, de casa, depois que ela é pedida em casamento pelo príncipe Philip (Harris Dickinson). A possível união entre os reinos dos Moors (do qual a loira é a rainha) e de Ulstead (do qual ele se tornará rei), porém, não vai agradar a todos e uma verdadeira guerra está prestes a acontecer.

A CAPRICHO conversou com o diretor, Joachim Rønning, e os atores do longa em Los Angeles e conta aqui algumas curiosidades sobre os bastidores que eles entregaram!

1. Angelina Jolie se envolveu bastante no roteiro

Além de interpretar a protagonista da história, a atriz também coloca bastante a mão no roteiro, sabia? De acordo com o diretor Joachim Rønning, Angie deu diversos palpites no caminho que a história deveria seguir – e eles foram ouvidos! “Todos os nossos dias começavam no camarim de maquiagem da Angelina. Enquanto ela colocava os chifres, as próteses nas bochechas e tudo o mais, íamos conversando sobre o roteiro. Esse era o nosso escritório”, revelou ele à CH.

malevola-aurora-angelina-jolie-elle-fanning Angelina Jolie é Malévola

Angelina Jolie é Malévola (Divulgação/Disney)

2. Muitos dos sets foram criados de verdade

Quem curte ver os bastidores do cinema sabe que muitos desses filmes de fantasia são gravados com chroma key, aqueles fundos verdes onde posteriormente pode ser adicionada praticamente qualquer imagem. Mas como Malévola: Dona do Mal é uma superprodução, a Disney não poupou esforços (nem dinheiro), e muitos dos cenários foram criados de verdade pela equipe de cenografia. “É claro que filmes assim sempre terão muitos efeitos especiais, mas gravar com elementos de verdade é sempre mais especial, principalmente para os atores”, explicou o diretor. O reino dos Moors, por exemplo, contava com dois riozinhos, plantas exóticas e flores reais. Para que tudo ficasse nos trinques, a temperatura do estúdio precisava ser controlada e as plantas regadas constantemente.

castelo-aurora-moors-malevola-dona-do-mal Arte conceitual do castelo de Aurora no reino dos Moors em Malévola: Dona do Mal

Arte conceitual do castelo de Aurora no reino dos Moors em Malévola: Dona do Mal (Divulgação/Disney)

3. O cenário mais difícil de fazer foi o ninho dos Seres das Trevas

Na sequência de Malévola, a gente descobre que a fada do mal não é a única criatura de seu tipo. Ela faz parte dos seres das trevas, que vivem em um ninho gigante representado por diversos biomas. De acordo com Joachim Rønning, esse foi o cenário mais difícil de construir e idealizar. “O ninho dos seres das trevas é tão vasto e grandioso que é impossível criá-lo por completo, mas construímos alguns dos elementos separadamente e depois juntamos tudo no computador. Quando estávamos no set com os atores, tudo já tinha sido criado digitalmente, então eles podiam olhar o monitor e de fato ver onde estavam”, contou.

malevola-dona-do-mal Malévola e suas asas

Malévola e suas asas (Divulgação/Disney)

4. As Três Fadas Boas na verdade eram… patos de borracha!

Infelizmente, fadinhas não existem no mundo real, né, miga? Por isso, as Três Fadas Boas foram criadas por computador, mas ganharam expressões das atrizes Imelda Staunton, Juno Temple e Lesley Manville. Para isso, as três profissionais gravaram suas cenas em uma sala fechada cercadas por cerca de 200 câmeras que captavam os movimentos de seus rostos. Essas imagens então foram adicionadas digitalmente depois nos corpos das fadinhas. Já nos sets, “quando Elle Fanning conversava com as fadas, nas verdade ela estava olhando para patos de borracha segurados por membros da equipe com uma espécie de vara”, revelou Joachim. WHAT?!

 (Reprodução/Disney)

5. Elle Fanning não podia se mexer com o vestido da cena final

Agora, sim, Elle Fanning usa o icônico vestido de Aurora que muda da cor rosa para azul! Em entrevista à CH, a atriz contou que a peça era de alta costura e que deu um trabalhão fazê-la, por isso ela não podia sujar de jeito nenhum. A forma que eles encontraram de manter o vestido intacto foi colocar Elle parada de pé em uma plataforma entre as gravações de uma cena para outra, assim ela não arrastava o look pelo chão e não corria o risco de estragá-lo. Poxa!

malevola-dona-do-mal-aurora-elle-fanning Elle Fanning é Aurora em Malévola: Dona do Mal

Elle Fanning é Aurora em Malévola: Dona do Mal (Jaap Buitendijk/Disney)

6. O primeiro teste de maquiagem dos seres das trevas levou mais de dez horas

Assim como Malévola, os outros seres das trevas têm cabelos longos, chifres, asas, bochechas pontudas e proeminentes… O ator Ed Skrein, que interpreta o Borra neste filme, contou que o primeiro teste de maquiagem para seu personagem demorou 10h30! “Depois conseguimos reduzir para 4h30. Cada dia enfrentávamos uma transformação física antes de começarmos a gravar. Tínhamos que colocar chifres, próteses nas bochechas, orelhas pontudas, garras, lentes de contato, perucas, maquiagem…”, entregou ele. Haja paciência, hein?

seres-das-trevas-malevola-dona-do-mal Malévola encontra outros seres das trevas como ela

Malévola encontra outros seres das trevas como ela (Divulgação/Disney)

7. Harris Dickinson se achou a pessoa mais sortuda nos sets

Além de ter a oportunidade de trabalhar com atores famosos e conceituados, o intérprete do príncipe Philip se sentiu muito sortudo nos sets, já que enquanto os outros atores passavam horas nas cadeiras de maquiagem ou vestiam figurinos quentes e pesados, ele apenas colocava uma peruca e podia andar por aí de camisa aberta. “Eu realmente me dei bem nesse sentido. Não conta para ninguém”, brincou ele em entrevista à CH.

principe-philip-harris-dickinson-malevola-dona-do-mal Harris Dickinson usou uma peruca para viver príncipe Philip em Malévola: Dona do Mal

Harris Dickinson usou uma peruca para viver príncipe Philip em Malévola: Dona do Mal (Divulgação/Disney)

8. A cena da batalha final levou nove meses para ficar pronta

É aquele ditado: depois de nove meses você tem o resultado! Sem dar spoilers, uma batalha épica acontece no final de Malévola: Dona do Mal e, segundo o diretor Joachim Rønning, essa foi a sequência mais difícil de todo o filme. “Tem tanta coisa acontecendo nela, não só em termos de ação e efeito, mas de história mesmo. Muitas tramas acontecem ao mesmo tempo e as jornadas dos personagens começam a se intercalar”, disse ele. Além disso, como a batalha conta com muitos efeitos visuais, a equipe do filme fez uso de diversos recursos para conseguir visualizá-la. “Criamos maquetes, miniaturas, modelos em 3D no computador… Com certeza foi a parte com que gastamos mais tempo editando. Só o processo de edição da batalha deve ter levado nove meses”, revelou. Eita!

malevola-dona-do-mal Malévola está poderosíssima em Dona do Mal

Malévola está poderosíssima em Dona do Mal (Divulgação/Disney)

9. O tom do batom vermelho de Malévola foi muito discutido

Em grandes produções do cinema, cada detalhe é muito pensado, viu, miga? De acordo com Rønning, ele, Angelina Jolie e a equipe de maquiagem gastaram horas e horas para encontrar o tom de vermelho perfeito para o batom de Malévola. No fim, acabaram optando pelo Matte Russian Red, da MAC, que custa R$89,00 no site da marca.

malevola-dona-do-mal Aurora, Malévola e Diaval: uma família diferente

Aurora, Malévola e Diaval: uma família diferente (Jaap Buitendijk/Disney)

10. Os looks de Malévola tinham até ossos e diamantes!

De acordo com a figurinista Ellen Mirojnick, a protagonista do filme precisava se destacar entre os outros personagens, ao mesmo tempo que seus looks tinham que contar a história por si só. “Os acessórios dela começam bem orgânicos e evoluem para incluir ossos, ouro e eventualmente diamantes negros e esmeraldas”, contou ela. Como Malévola também tem asas agora, seus figurinos precisavam ser feitos de tecidos mais fluidos e que tremulassem no ar. Ficaram ótimos, né?

Malévola usa ossos, ouro, diamantes negros e esmeraldas

Malévola usa ossos, ouro, diamantes negros e esmeraldas (Divulgação/Disney)

E aí, você já viu Malévola: Dona do Mal? Conta pra gente o que achou!

 

*A CAPRICHO viajou a Los Angeles a convite da Disney.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s