Selena Gomez abre o coração em texto emocionante sobre imigração

A atriz é produtora executiva da nova série da Netflix que trata sobre esse assunto

Por Izabel Gimenez 3 out 2019, 17h30

Selena Gomez não para, minha gente! Já tinhamos comentado por aqui que a atriz decidiu repetir a experiência de 13 Reasons Why como produtora-executiva em um novo conteúdo da Netflix chamado Living Undocumented. A série vai tratar da imigração ilegal nos Estados Unidos, assunto que tem tudo a ver com a história da família dela. 

selena-gomez
Selena Gomez Instagram/Reprodução

Na quarta-feira (2/10), Selena escreveu um artigo na revista Time abrindo o coração sobre imigração e contou um pouco da trajetória dos seus parentes vindos do México, que, por anos, tentaram conseguir a cidadania norte-americana. Nas últimas quatro décadas, membros da minha família trabalharam duro para obter a cidadania dos Estados Unidos. A imigração sem documentos é uma questão em que penso todos os dias, e nunca esqueço o quanto sou abençoada por ter nascido neste país graças à minha família e, felizmente, naquela circunstância.  Mas, quando leio as manchetes das notícias ou vejo debates sobre a fúria da imigração nas mídias sociais, sinto medo por aqueles em situações semelhantes. Sinto medo pelo meu país”, começou dizendo. 

  • Selena ressaltou a importância de falar sobre esse assunto abertamente. “A imigração é uma questão política divisória. É o assunto de discussões sem fim e inúmeras notícias. Mas a imigração vai além da política e das manchetes. É uma questão humana, afetando pessoas reais, desmantelando vidas reais. O modo como lidamos com isso tem a ver com nossa humanidade, nossa empatia, nossa compaixão. A forma como tratamos nossos semelhantes define quem somos”, escreveu.

    “É hora de ouvir as pessoas cujas vidas estão sendo diretamente afetadas pelas políticas de imigração. É hora de conhecer as pessoas cujas histórias complexas foram reduzidas a manchetes básicas. Estou preocupada com a maneira como as pessoas estão sendo tratadas no meu país. Como uma mulher mexicana-americana, sinto a responsabilidade de usar minha plataforma para ser uma voz para pessoas que têm muito medo de falar“, continuou.

    Que linda, né? Além disso, a atriz e cantora mencionou Living Undocumented e disse que o objetivo da série é fazer com que o público conheça as oito famílias retratadas para que suas histórias inspirem as pessoas a serem mais compassivas e queiram aprender mais sobre imigração e formar sua própria opinião.

    Living Undocumented conta com direção de Aaron Saidman e Anna Chai. A estreia aconteceu na última quarta-feira, na Netflix. Depois conta pra gente o que achou! <3 

    Continua após a publicidade
    Publicidade