Ross Butler, de 13 Reasons Why, nega acusação de tentativa de homicídio

O ator foi acusado de fazer parte de uma conspiração contra Isaiah Silva, ex-marido de Frances Bean Cobain

Por Gabriela Zocchi - Atualizado em 19 out 2018, 13h09 - Publicado em 18 out 2018, 13h17

Ross Butler, o Zach de 13 Reasons Why, se viu no meio de uma polêmica sem tamanho há alguns anos – e agora quer tirar o seu nome da reta alegando não ter nada a ver com o caso.

É que, de acordo com a Billboard, em maio deste ano o músico Isaiah Silva, ex-marido de Frances Bean Cobain, a filha de Kurt Cobain com Courtney Love, abriu um processo contra sua ex-sogra, o empresário dela, Sam Lutfi,  Ross Butler e algumas outras pessoas acusando-os de terem “conspirado para cometer os crimes de invasão de propriedade, roubo, assalto, tentativa de sequestro e assassinato” contra ele.

ross-butler-responde-acusacoes
Ross Bulter na premiere de Podres de Ricos Alberto E. Rodriguez/Getty Images

Segundo Isaiah, o conflito ocorreu em 2016 por causa do violão que Kurt Cobain usou no acústico do Nirvana para a MTV, gravado em 1993. O músico alega que sua esposa deu o instrumento para ele como um presente de casamento, mas, após o divórcio, tentou fazer o que fosse possível para conseguir o violão de volta.

Agora, como o processo foi aberto, Ross Butler foi ouvido pelas autoridades. Ele alega nunca ter feito parte de complô nenhum para tentar roubar o violão ou matar Isaiah e pede que seu nome seja retirado do processo o quanto antes. De acordo com o site The Blast, o ator disse que a noite não aconteceu como Isaiah contou. Segundo Ross, um de seus amigos, o empresário Sam Lutfi, teria recebido uma série de mensagens de texto “perturbadoras” do casal Isaiah e Frances e, preocupado, teria chamado Ross para acompanhá-lo até a casa deles e checar se os dois estavam bem.

Continua após a publicidade

“Eu entrei na casa e fui recebido de forma bem tranquila por Silva. Ele parecia frágil, muito magro e fedia bastante. A casa também estava uma bagunça e com um cheiro horrível”, disse Ross nos documentos da Suprema Corte. Ele também deixou claro que nunca entrou em contato com Courtney Love sobre o caso.

“Eu nunca fiz parte de uma conspiração ou concordei em cometer nenhum tipo de crime contra Silva. Nunca conspirei para que alguém pudesse sequestrá-lo ou matá-lo… ou tomar posse do violão que Silva alega ter ganhado de presente da Srta. Cobain”, completou o ator.

frances-bean-cobain-courtney-love
Frances Bean Cobain e sua mãe, Courtney Love, no desfile da Saint Laurent na Paris Fashion Week em 2018 Dominique Charriau/WireImage/Getty Images

Em entrevista à MTV em 2016, Courtney Love disse que o processo era “sem base e sem sentido”.

Frances e Isaiah se casaram em 2014, após quatro anos de namoro. Em março de 2016, a filha de Kurt Cobain pediu divórcio citando diferenças irreconciliáveis. No fim, ela teve que abrir mão do tal violão de seu pai, pois estava disposta a fazer isso para ver o ex “longe de sua vida”.

Além do instrumento, Silva exigiu receber uma pensão de 25 mil dólares por mês da ex-esposa, mas seu pedido foi negado pela Suprema Corte dos EUA.

Continua após a publicidade
Publicidade