Parte da turnê de Ariana Grande deve ser cancelada após atentado

A produção ainda não tem informações sobre um possível cancelamento dos shows no Brasil

Por Da Redação - Atualizado em 23 Maio 2017, 12h26 - Publicado em 23 Maio 2017, 11h30

Depois da explosão que deixou 22 mortos e 59 feridos após um show da Ariana Grande na Arena de Manchester, na noite desta segunda-feira (22), muitos fãs começaram a se questionar se a cantora cancelaria o restante de sua turnê. De acordo com o TMZ, as apresentações de Ari pela Europa devem, sim, ser canceladas. Ela teria mais 13 shows no continente, em nove países diferentes. De lá, Ari seguiria para sua turnê sul-americana, que começaria no dia 29/6 no Rio de Janeiro e, em 1/7, iria para São Paulo.

Kevin Winter/Getty Images

Segundo a Midiorama, assessoria de comunicação dos shows de Ariana Grande no Brasil, produzidos pela produtora Move Concerts, ainda não existe um posicionamento sobre o cancelamento da turnê por aqui. “Até o momento não houve manifestação oficial quanto à turnê sul americana e não há nada que já possa ser dito. Assim que soubermos de algo anunciaremos. O episódio ocorreu recentemente e o momento agora é de demonstrarmos solidariedade”.

Horas após o atentado, Ariana utilizou o Twitter para dizer que estava “arrasada” e “sem palavras”. De acordo com o TMZ, a cantora ficou inconsolável e histérica após o incidente.

+ Leia mais: “Tudo aconteceu tão rápido”, diz fã que estava no show da Ariana

Continua após a publicidade

As notícias devem mesmo ter sido um baque para Ari, que está preocupada com a sua segurança e a dos fãs, né? Por enquanto, vamos mandar boas vibrações à cantora e às famílias das vítimas desta tragédia e esperar que todos se recuperem o quanto antes. 

Publicidade