O plano de Taylor Swift para usar uma de suas músicas antigas é genial

A cantora criou a estratégia perfeita para barrar envolvimento de Scooter Braun na regravação de Look What You Made Me Do para o seriado Killing Eve

Por Anny Caroline Guerrera Atualizado em 26 Maio 2020, 19h21 - Publicado em 26 Maio 2020, 14h32
perfume ch o boticario fragrancia capricho mood
CAPRICHO/Divulgação

E a Taylor Swift segue fazendo tudo! No último domingo (24/5), a cantora divulgou em seus Stories um cover da faixa Look What You Made Me Do, que tocou na série Killing Eve. A música faz parte do Reputation, sexto álbum de estúdio de Tay, que pertence à gravadora Big Machine Records e, consequentemente, a Scooter Braun. O empresário comprou toda a discografia de Swift em 2019, contra a vontade dela, iniciando uma grande disputa por direitos autorais.

O cover poderia ter passado sem receber muita atenção, mas os swifties foram rápidos em perceber que tinha algo especial em quem fez a regravação. Para começar, essa seria a primeira faixa da banda Jack Leopards & The Dolphin, o que já é estranho… E essa estranheza só se intensificou quando as pessoas checaram os créditos da faixa: lá estavam Jack Antonoff, amigo de Tay e produtor de quase todos os seus últimos projetos, e Nils Sjöberg, que é ninguém mais, ninguém menos que a própria Taylor!

Se você não se lembra, esse é o pseudônimo usado por ela na faixa This Is What You Came For, de Calvin Harris, que conta com a parceria de Rihanna. Na época, surgiram boatos de que Taylor teria escrito a letra da música e assinado como Nils Sjöberg. Mais tarde, a notícia foi confirmada pelos representantes de Swift e o DJ chegou a jogar um shade para ela.

Como já havia boatos de que Taylor teria comentado que seu irmão, Austin Swift, cantaria uma faixa para a série, toda a teoria ganhou ainda mais força. Bem, os swifties não perderam tempo vasculhando a internet atrás da foto original da capa da banda. Após algum tempo, ela foi encontrada e assim se confirmou de que se tratava mesmo do irmão da loirinha com uma camiseta do “clube de golfinhos”. Dá uma olhada:

Continua após a publicidade

Depois disso, foi fácil fazer a ligação. O nome consistia em:

Jack, de Jack Antonoff.
Leopards, por conta do figurino utilizado por Tay no clipe de Look What You Made Me Do.
The Dolphin, pela camiseta de Austin e pelo nome que usava no Twitter alguns anos atrás.

A cantora correu em seu Tumblr e curtiu posts de fãs confirmando que toda a teoria é real! Ela ainda deu like em uma publicação que dizia que criou bem os swifties por eles terem descoberto tudo com tanta rapidez. Treinados em criar teorias, né?

Como Taylor só poderá regravar algumas de suas músicas a partir de novembro deste ano, usar seu pseudônimo foi uma forma que a cantora encontrou de não ser diretamente creditada na canção e driblar Scooter Braun, barrando qualquer envolvimento que ele poderia ter com o cover.

Já ouviu a faixa?

 

Continua após a publicidade

Publicidade