Lolla: Lana Del Rey muda setlist especialmente pros brasileiros

A cantora se apresentou neste domingo (25/03) no festival e acrescentou duas músicas no show a pedido do público.

Por Bruna Nobrega Atualizado em 26 mar 2018, 01h04 - Publicado em 26 mar 2018, 01h03

Bem antes do show de Lana Del Rey começar no Lollapalooza Brasil, neste domingo (25/03), o público já se jogava nos coros de “Lana, eu te amo”. E que público ela conseguiu reunir, viu? Não dava pra ver um espaço livre na plateia imensa no palco Onix e a galera sabia cantar todas as músicas dela.

  • Comparado aos Lollapaloozas da Argentina e do Chile, Lana teve 15 minutos a mais no palco e fez o tempo valer. Ela acrescentou as músicas Pretty When You Cry, Ultraviolence e Yayo à setlist e ainda atendeu ao desejo dos fãs, que pediram Serial Killer e Get Free a mais. A única diferença é que, por conta disso, a cantora precisou cortar Off to the Races, música do álbum Born To Die, que havia fechado os outros dois festivais.

    A interação com o público não parou por aí! Lana parava o tempo todo para conversar com a galera e elogiou muito a audiência de São Paulo: “não há outro lugar no mundo em que eu gostaria de estar”, disse em um dos momentos. A cantora, inclusive, mudou um dos versos de Young and Beautiful: “The crazy days, city lights” virou “the crazy days, São Paulo nights.” Fofa!

    Mas a melhor parte aconteceu durante a apresentação de Born to Die, em que Lana desceu do palco e passeou pelo público. Ela deu beijos em dois fãs, pegou as bandeiras LGBT e do Brasil e não se deixou intimidar pela ~paixão louca~ dos brasileiros – que deixaram uma das próximas músicas, Blue Jeans, ainda mais emocionante ao levantarem bexigas azuis com lanternas atrás para deixar a plateia brilhando.

    “Vocês são os melhores, São Paulo! Eu quero agradecê-los por essa noite inesquecível”, a cantora disse antes de tocar Summertime Sadness e fechar o show com um coro poderoso. Já queremos que você volte, Lana!

    Continua após a publicidade
    Publicidade