Leigh-Anne Pinnock fala sobre fãs brasileiros em novo documentário da BBC

A cantora enalteceu o acolhimento dos fãs brasileiros em “Leigh-Anne: Race, Pop & Power”, projeto sobre racismo no entretenimento e na indústria musical

Por Vitória Macedo Atualizado em 13 Maio 2021, 16h26 - Publicado em 13 Maio 2021, 15h10

Não existe fã igual ao brasileiro! Leigh-Anne Pinnock enalteceu os fãs durante sua passagem pelo Brasil em seu novo documentário da BBC, Leigh-Anne: Race, Pop & Power, que estreou hoje (13) no canal BBC Three. No doc, a integrande do Little Mix falou sobre o acolhimento que sentiu quando o grupo fez show no país. 

  • O projeto aborda a questão do racismo no entretenimento e na indústria musical, por isso, Leigh-Anne enalteceu a quantidade de pessoas negras na plateia e contou como isso a fez se sentir acolhida. “Tinha tantas pessoas negras na plateia”. 

    Eu nunca havia sentido esse amor. Eu nunca tinha me sentido tão aceita”, disse a cantora, contando sobre o público gritando o seu nome.

    No documentário, Leigh-Anne conta sobre a experiência de ser uma mulher negra na Inglaterra, com temas relacionados ao racismo e ao colorismo, questões que ela enfrenta desde pequena. “Ela está ciente de que ter a pele mais clara e ser uma celebridade significa que às vezes é considerada em posição mais privilegiada do que outras. As câmeras terão acesso íntimo aos bastidores enquanto ela trabalha em importantes questões sobre raça e racismo que irão moldar as gerações futuras”, informou a BBC.

    O projeto é algo importante e pessoal para a cantora. “Eu quis fazer esse filme porque sempre fui apaixonada sobre direitos das pessoas pretas. Conversas sobre racismo e colorismo são algo que tenho constantemente com meu namorado e minha família”, disse Leigh-Anne. Como tenho uma plataforma, eu quero usá-la para trazer esse diálogo para um público maior e para apoiar minha comunidade. O racismo sistêmico é complexo. Ao fazer esse documentário, eu quero aprender a melhor forma de emprestar minha voz ao debate para que os jovens que me admiram não tenham que enfrentar o que eu e minha geração tivemos que enfrentar”.

    Continua após a publicidade

    A diretora do doc e a Tash Gaunt, amiga de infância da artista.

    Ver essa foto no Instagram

     

    Uma publicação compartilhada por Leigh-Anne Pinnock (@leighannepinnock)

    A iniciativa de Leigh-Anne é muito importante e sua fala só nos deu saudade do show do Little Mix no Brasil! 

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade