Kim Kardashian quebra silêncio sobre Kanye West: “Genial, mas complicado”

A empresária pediu empatia do público diante da saúde mental do marido e fez um texto sobre como é conviver com uma pessoa com transtorno bipolar

Por Amábile Reis - Atualizado em 22 jul 2020, 21h15 - Publicado em 22 jul 2020, 14h46
kim-kanye-comemoram-3-anos-casados-disney-north
Kanye West e Kim Kardashian Reprodução/Instagram

Nos últimos dias, Kim Kardashian e Kanye West estão no meio de uma polêmica. Tudo porque o cantor fez uma série de acusações graves sobre a esposa e a família dela. Entre as alegações, o rapper acusou a empresária de tentar fazer um aborto quando estava grávida de North West, cogitar “trancafiá-lo” numa clínica psiquiátrica, trai-lo e não ceder a Yeezy o divórcio. O artista também teve um rompante sobre Kris Jenner – e chegou a compará-la ao ditador da Coreia Do Norte. Complicado…

É importante lembrar que Kanye sofre de transtorno bipolar, que é um distúrbio cuja a característica mais marcante é a alternância de episódios de depressão e euforia. E, por causa disso, a dona da KKW Beauty pediu empatia do público pelo desabafo do marido, embora tenha sofrido várias ofensas. Ela comentou que as pessoas falam muito sobre a importância de cuidar da saúde mental como um todo, mas que não respeitam os indivíduos que sofrem com isso. “Ele é um homem genial, mas complicado”, ressaltou.

Veja o relato completo:

Kim Kardashian fez um desabafo sobre o transtorno bipolar de Kanye West e pediu ao público por empatia para que consiga superar isso ao lado do marido Instagram/Instagram

“Como muito de vocês sabem, Kanye sofre de transtorno bipolar. Qualquer pessoa que sofra disso ou conheça alguém que ame que possua a doença sabe como é inacreditavelmente complicado e doloroso entender o transtorno. Eu nunca falei publicamente sobre como isso afetou a todos em casa porque eu sou muito protetora dos nossos filhos e Kanye tem direito à privacidade quando se trata da saúde dele. Mas, hoje, sinto que preciso comentar, porque há um estigma e um preconceito sobre saúde mental. Quem entende de doenças mentais ou até de comportamentos compulsivos sabe que a família não tem poder nenhum diante da situação, a não ser que o doente seja menor de idade. Pessoas que não sabem ou não têm noção dessa experiência podem julgar e não entender que é o próprio indivíduo que precisa querer conseguir ajuda, não importa quanto amigos e familiares tentem. Eu entendo que Kanye é alvo de muitas críticas porque ele é uma figura pública e as suas ações podem causar opiniões e emoções fortes. Ele é um homem brilhante, mas complicado, que enfrenta as pressões de ser um artista e homem preto, que teve que lidar com a dolorosa perda da mãe, e que precisou lidar com a pressão e isolamento causados por seu transtorno bipolar. Quem é próximo a Kanye sabe o coração que ele tem e entende que as palavras dele não estão alinhadas com suas intenções. Viver com alguém bipolar não diminui ou invalida os sonhos ou ideias criativas dessa pessoa, não importa o quão irreal isso possa parecer para os outros. Esse é o lado genial dele e nós já testemunhamos muitos sonhos gigantes dele virando realidade. Nós, como sociedade, falamos sobre se importar com saúde mental como um todo, mas também precisamos nos importar com os indivíduos que lidam com isso e que precisam muito da nossa ajuda. Eu peço com gentileza para que a imprensa e o público nos ofereçam a compaixão e empatia que são necessárias para nós conseguirmos superar isso. Obrigada a quem se preocupou com o bem estar de Kanye e demonstrou compreensão. Com amor e gratitude, Kim Kardashian West”.

E aí, o que você achou do posicionamento dela?

Continua após a publicidade
Publicidade