Keeping Up With The Kardashians: site revela motivo para o fim do reality

E acredite: a verdadeira razão não tem nada a ver com os rumores sobre Kanye West ou Kourtney Kardashian

Por Amábile Reis - Atualizado em 13 set 2020, 11h46 - Publicado em 10 set 2020, 10h58

Nesta semana, Kim Kardashian quase ~quebrou a internet~ ao anunciar o fim de Keeping Up With The Kardashians. O reality, que ficou ao ar por 14 anos e teve vinte temporadas, terá os últimos episódios transmitidos no começo de 2021. Apesar de não ter contado o que levou a família a tomar tal decisão, os fãs começaram a especular que a escolha por finalizar a atração poderia ter algo relacionado a Kourtney Kardashian, irmã mais velha do clã, ou Kanye West, marido da dona da KKW Beauty.

Afinal, ao longo dos anos, Kourtney e Kim protagonizaram várias desavenças e a primogênita de Kris Jenner chegou a dizer que não aceitaria mais participar do programa. Já Kanye, recentemente, foi alvo de diversas polêmicas e alimentou até boatos sobre a própria esposa, por exemplo, que ela teria o traído. 

O Page Six revelou qual foi a verdadeira causa para as Kardashians darem um basta em KUTWK. De acordo com a publicação, a família fez um acordo de mais de R$ 900 milhões com o canal E! em 2017 para estender o reality por mais cinco temporadas.

Com o vencimento do contrato, com season 20 e com os episódios que serão exibidos o ano que vem, elas optaram por não renovar com a emissora.

E, cá entre nós, mesmo com o fim de uma ~era~ de KUTWK, isso não deve afetar o lado financeiro da família. Kylie Jenner foi considerada pela Forbes a celebridade mais bem paga de 2020 e levou uma bolada de quase R$ 3 bilhões de reais para casa.

Mas, é óbvio, vamos sentir saudades das aventuras do clã!

Já segue a CH nas redes sociais?
INSTAGRAM | TIKTOK | TWITTER | FACEBOOK | YOUTUBE

Continua após a publicidade
Publicidade