Fãs de K-pop organizam protesto contra o fim do grupo X1 na Coreia do Sul

Com caminhões, ônibus e placas, mais de 900 jovens se reuniram em frente a agência CJ ENM

Por Gustavo Balducci - Atualizado em 25 jan 2020, 11h00 - Publicado em 25 jan 2020, 10h00

No dia 22 de janeiro, cerca de 900 fãs se organizaram e foram até a sede da agência CJ ENM, em Seul. O motivo? O grupo de K-pop X1 foi desligado após uma série de escândalos envolvendo a rede Mnet, principal responsável pelo programa, que confessou ter manipulado votos e tratado alguns de seus competidores de forma privilegiada.

O X1 foi selecionado através do reality idol Produce X 101, formato tradicional e muito conhecido entre os fãs do ritmo. A edição, que buscava encontrar 11 talentos entre 101 participantes de agências distintas, debutou a formação final em 2019. O grupo quebrou inúmeros recordes de vendas com seu primeiro mini álbum, Emergency: Quantum Leap.

x1_reproducao
Fãs de K-pop organizam protesto contra o fim do grupo X1 Reprodução/Twitter

Logo após a estreia, umas série de polêmicas começou a surgir sobre o resultado final do programa. Os internautas exigiram uma explicação para as estranhas coincidências nos números de votação, que indicavam que o processo havia sido fraudado. Inicialmente, a Mnet negou todas as alegações, afirmando que não existia possibilidade de manipulação de votos, uma vez que a transmissão era feita ao vivo.

Depois, uma investigação policial foi iniciada para averiguar o caso, que levou à prisão preventiva de Kim Yong Beom, diretor de estratégia de conteúdo da empresa CJ ENM, da qual faz parte a emissora Mnet, e do diretor de produção Ahn Joon Young. Em dezembro, a rede Mnet divulgou outra nota pedindo desculpas ao público: “Vamos melhorar o nosso sistema de votação e de cálculo para evitar que esse problema ocorra novamente no futuro”, disse e empresa. “Nossa equipe de produção fará o possível para produzir programas mais transparentes e justos no futuro”, completou.

Continua após a publicidade
X1_Mnet_divulgacao
Reprodução/Divulgação

No começo de 2020, Ahn Joon Young admitiu a manipulação dos realities, mas negou fraude nas duas primeiras edições do programa, que formaram os grupos I.O.I e Wanna One. A notícia levou o grupo X1 – que já estava em hiato – a encerrar suas atividades por completo. “Tentamos continuar promovendo o X1, mas devido a divergências das agências e ao respeito de suas decisões finais, o X1 se dissolverá”, disse a empresa CJ ENM, que comanda a atração. O anúncio do fim do grupo foi feito também em conjunto pelas agências dos onze membros, Kim Yo-han, Kim Woo-seok, Han Seung-woo, Song Hyeong-jun, Cho Seung-youn, Son Dong-pyo, Lee Han-gyul, Nam Do-hyon, Cha Jun-ho, Kang Min-hee e Lee Eun-sang.

Desde então, o ONE IT, fandom do X1, passou a se manifestar nas redes sociais em apoio aos integrantes. Uma associação de fãs sul-coreanos que deseja a criação de um novo grupo com os membros do X1 liderou o protesto realizado em frente a CJ ENM no começo dessa semana em Seul. Com o auxílio de caminhões, ônibus e cartazes, o grupo de jovens pediu que a agência assuma toda a responsabilidade pelos danos causados aos fãs e integrantes, desejando que a mesma também se reúna novamente com as demais empresas e tome a decisão de criar um novo grupo. Veja como foi o protesto:

Alguns dos ex-integrantes também estão se preparando para retornar às suas atividades. Woo-seok, que anteriormente pertencia ao grupo OP10TION, deve debutar solo muito em breve, de acordo com a mídia sul-coreana. Já Yo-han, que ficou em primeiro lugar no ranking final, possui planos para estrelar um drama de TV nos próximos meses pela rede KBS.

Essa não foi a primeira vez que um fandom se organizou para reivindicar direitos de seus idols. Em dezembro de 2019, os BLINKS, como são chamados os fãs do girlgroup BLACKPINK, também foram às ruas cobrar atenção da YG Entertainment para o quarteto. Com o enorme barulho, a agência emitiu um comunicado ressaltando que o grupo está gravando músicas novas para serem lançadas no início de 2020.

Continua após a publicidade

Se o grupo X1 vai voltar, nós ainda não sabemos. Mas esses últimos eventos deixaram claro que os fãs de K-pop estão assumindo uma postura mais rígida com relação aos problemas que a indústria do entretenimento possui. As tags #BringBackNewX1 e #CJTakeTheResponsibility continuam bombando pelas redes sociais.

Publicidade