TikToker sente que estava sendo vigiado e descobre segredo creepy em hotel

O homem só queria uma acomodação basiquinha para dormir, mas acabou tendo uma noite digna de filme de terror

Por Isabella Otto 15 mar 2021, 12h23
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Divulgação

Quando o humorista Keezy Badass escolheu uma acomodação no Airbnb para ficar em Richmond, no estado de Virginia, Estados Unidos, não imaginava que passaria por poucas e boas! No TikTok, o americano contou que, ao chegar no hotel, percebeu que os funcionários haviam ficado chocados com o fato de ele ser do sexo masculino, talvez pelo nome. Até aí já seria bizarro, mas a história continua…

TikToker sente que estava sendo vigiado e descobre segredo bizarro em quarto de hotel
azerberber/Getty Images

À noite, quando estava prestes a dormir, Keezy começou a escutar uns burburinhos, como se pessoas estivessem cochichando muito perto dele. O americano também disse que ficou com aquela sensação de que alguém o estava vigiando, sabe? Como estava escuro, mesmo acendendo a luz, o hóspede não conseguiu notar nada de errado. Até a manhã seguinte…

  • Ainda encafifado com o ocorrido, Badass foi dar uma geral no quarto e, ao olhar a saída de ar perto do chão, que ficava em frente à cama, descobriu um “quarto secreto” super bem equipado, que possivelmente funcionários da acomodação usavam para dar uma espiadinha nos hóspedes. Credo!

    @hesobadass

    Y’all be carful out here ! #airbnb #richmondvirginia #tiktok

    ♬ original sound – Keezybadass

    Como o caso viralizou nas redes, o Airbnb se pronunciou sobre o ocorrido e disse ao New York Post que, “embora a equipe de suporte não tenha conseguido verificar se esse incidente ocorreu durante uma reserva na plataforma, levamos as violações de privacidade relatadas muito a sério“. A empresa também pediu para que Keezy Badass entrasse rapidamente em contato.

    Casos parecidos já foram relatados ao longo da história. O mais famoso deles foi inclusive retratado por Gay Talese no livro Voyeur. Nele, o jornalista desmascara o motel Gerald Foos, na cidade de Colorado, nos EUA, que espionava por puro lazer os hóspedes. Em 2017, um documentário baseado na obra foi lançado e se encontra disponível na Netflix.

    Continua após a publicidade
    Publicidade