TikTok é bloqueado na Itália após morte de menina de 10 anos

A criança morreu por asfixia, provavelmente, motivada por um perigoso desafio que circula na plataforma

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 27 jan 2021, 17h47 - Publicado em 27 jan 2021, 17h31

O TikTok foi bloqueado na Itália após uma criança de 10 anos morrer na última quinta-feira 21, em Palermo. Antonella foi encontrada pela irmã de cinco anos no banheiro, desacordada, provavelmente, após fazendo o desafio do apagão. O perigoso desafio que circula na rede se baseia em colocar um cinto no pescoço e ficar sem respirar o máximo de tempo possível. A criança entrou em coma e foi internada no hospital pediátrico Giovanni Di Cristina mas não sobreviveu.

TikTok é bloqueado na Itália após morte de menina de 10 anos
NurPhoto/Getty Images

O Ministério Público de Palermo abriu um inquérito para investigar “incitação ao suicídio” e descobrir se houve algum tipo de convite para a criança gravar o vídeo. A justiça italiana também acusa a empresa de não informar os riscos dos vídeos publicados rede e também não explicar como funciona a gestão dos dados dos usuários. O TikTok emitiu um comunicado informando que vai colaborar com as investigações e que não permite vídeos que “encorajem, promovam ou glorifiquem” comportamentos capazes de colocar os usuários em algum tipo de risco. 

Apesar de ser necessário ter mais de 13 anos para usar o TikTok, não é cobrada uma maneira de comprovar a idade – mais um motivo que levou as autoridades italianas a bloquearem a plataforma.

Os pais da criança dizeram ao jornal italiano La Repubblica que não conheciam o desafio e nem imaginavam que a filha pretendia fazê-lo. Não sabíamos de nada. Só sabia que Antonella entrava no TikTok para ver vídeos. Como imaginar essa atrocidade?”, disse Angelo Sicomero, pai da menina. 

O bloqueio do TikTok na Itália deve durar até, no mínimo, 15 de fevereiro.

Continua após a publicidade

Publicidade