Solteira, feliz e sem tempo para te convencer de que está mesmo tudo bem

"Existe uma ideia generalizada de que todo solteiro é ou deveria ser infeliz, se lamentar nas redes sociais e estar à procura de um parceiro. Mentira."

Por Isabella Otto - 15 ago 2019, 15h00

Não é errado gostar de estar sozinha. Estar sozinha é diferente de estar solitária. É claro que você pode sentir-se um pouco carente em alguns momentos, principalmente quando todas as suas amigas estão em um relacionamento sério – ou nem tanto. Mas existe uma ideia generalizada de que todo solteiro é ou deveria ser infeliz, se lamentar nas redes sociais e, obrigatoriamente, estar à procura de um parceiro, nem que seja para passar o tempo. Isso é mentira.

Acredite: mesmo na era dos aplicativos online de relacionamentos, ser solteira e feliz é perfeitamente possível. “A juventude é a fase das descobertas, das curiosidades e também da ansiedade. Nessa época, sofremos diferentes tipos de cobrança, como, por exemplo, com relação aos estudos, ao comportamento, ao cumprimento das regras. O estado civil não deveria se tornar mais uma “, explica a psicóloga clínica Milena Lhano .

Porém, a gente bem sabe que nem sempre é assim. Toda garota tem aquela amiga que simplesmente não consegue ficar muito tempo solteira e acha que você deve acompanhá-la. Ou então aquele amigo que diz que você é bonita demais para ficar sozinha. Sem contar aquele tio que vive zoando o fato de você estar ~encalhada~.

Em 2013, um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas apontou que as brasileiras solteiras estão entre as mais felizes do mundo e são as mais otimistas com relação ao futuro. Além disso, em tempos em que algumas pessoas ainda só aceitam namorar para mudar o status do Facebook (que ultrapassado, sabe?!), é melhor mesmo ficar sozinha. “Há casos em que a menina quer tornar o relacionamento público apenas para provocar ciúme em outras pessoas, para se mostrar independente e mais adulta, para ser mais popular. Nesses casos, o foco é a exposição, não o amor “, conta a doutora Milena, que completa dizendo que as redes sociais são a melhor vitrine para isso.

Tem gente que pensa que você está sofrendo só porque não tem um namorado. Tom Jobim canta que “é impossível ser feliz sozinho”. Sim, é verdade, vivemos em sociedade e o ser humano precisa exatamente disso: contato. Mas os amigos, a família e os crushes do momento estão aí para isso.

 

A psicóloga Milena Lhano faz apenas uma ressalva para os integrantes do fã-clube Forever Alone: “pode ser que a garota não tenha encontrado ninguém interessante ou pode ser que ela tenha sofrido uma decepção amorosa tão grande no passado que ela não consiga mais se envolver hoje. Nesse caso, é importante ficar esperta e até buscar ajuda, se necessário, para que a solidão (no sentido de não querer um parceiro para a vida) não se torne uma bloqueio”.

Um dia sofri, outro sou free e amanhã… Bem, amanhã a gente pode estar namorando. A questão é que você não precisa nem deve começar um namoro só para :

trocar o status do Facebook;

Continua após a publicidade

deixar de ser a única solteira da turma;

ter companhia para o cinema de domingo à tarde;

convencer as amigas de que você também consegue namorar;

ter alguém para aliviar aqueles dois ou três dias de carência durante a TPM;

ganhar presente no Dia dos Namorados;

mostrar para os pais que você cresceu;

provocar alguém;

acompanhar o pique da amiga namoradeira;

dar uma agitada na vida e no WhatsApp.

Ser solteira não significa ser amarga. Você tem mil e uma formas de amar e não precisa mudar o status do Facebook para isso. Feliz Dia dos Solteiros para quem é solteiro. E feliz!

Continua após a publicidade
Publicidade