O mundo é muito grande para você continuar presa ao passado

Já é quase 2019 e você talvez esteja precisando ouvir algo do tipo.

Por Isabella Otto - Atualizado em 17 nov 2018, 14h04 - Publicado em 17 nov 2018, 10h00

A vida é estranha e o tempo é a única coisa que pode acabar com as estranhezas – ou bagunçar tudo de vez. O destino coloca pessoas no nosso caminho, tira outras, deixa algumas com um longo, confuso e insistente status de indefinido. No Facebook, chamaríamos isso de “em um relacionamento complicado”. Mas é hora de descomplicar as coisas.

Você já deve ter passado por isso: tem total convicção de que já se esqueceu daquela história do passado, que foi importante para você em determinado momento mas que não faz mais sentido, só que continua se sentindo presa a ela. É como se a sua vida estivesse estagnada, presa a alguém ou a algo que não te deixa evoluir. Você é um completo e eterno Charmander, nunca um Charizard.

O mundo é muito grande para você continuar presa ao passado
Reprodução

Novas pessoas chegam. Algumas só estão de passagem. Outras parecem querer ficar. Mas você não tem lugar vago no coração. É como se você não se permitisse mais receber a visita de hóspedes. Você tenta, você quer, mas algo inexplicável não te deixa seguir em frente, se reencontrar. Até que alguém diferente aparece e você finalmente consegue seguir em frente, se lembrar de quem é, do que gosta e de que é inteiramente capaz. Ou então você acaba redescobrindo tudo isso sozinha e é tão mágico quanto.

Você não carrega mais o trauma que alguém do passado deixou em você. Não há mais sentimento. Essa história já é página virada. Mas é como se tudo o que você viveu com esse certo alguém continuasse a te atormentar de alguma forma. Será que, afinal, essa pessoa era a famosa “the one”? Será que deveria ter sido com ela? E se você não sentir nunca mais aquele friozinho na barriga? E se você der mais uma chance, mesmo sabendo lá no fundo que é por puro comodismo e medo de arriscar? Arriscar com outro alguém, arriscar ficar sozinha.

O mundo é muito grande para você continuar presa ao passado
Reprodução

O mundo tem mais de 7 bilhões de pessoas. Estima-se que em 2050 chegaremos a um total de 10 bilhões! E você aí presa ao passado. Você sabe o que está sentindo. Sabe que o passado ainda te assombra por uma parcela de culpa só sua. O mundo é muito grande para você achar que acabou. Que é isso. Que a sua história teve um fim. Acredite que novas aventuras estão prestes a acontecer, que pessoas diferentes vão aparecer e te surpreender, e que você é capaz de sentir, ser sentida e evoluir.

Neste final de ano, prometa que vai botar um ponto final naquele relacionamento que só te faz mal, se desapegar daquela história do passado – só porque é cômodo ou minimamente romântico ainda acreditar nela  -, deixar as coisas aconteceram no seu devido tempo – e não apressá-las só porque alguém diz que é preciso -, acreditar mais em si mesma, tentar menos ser alguém que não é, e se lembrar de que o mundo tem 7 bilhões de pessoas e que a qualquer momento uma delas pode cruzar o seu caminho: na sala de aula, na rua, no metrô, na balada, no aeroporto, no seu bairro, em outro país, longe ou perto de casa, esteja você esperando ou não, querendo ou não, preparada ou não. O mundo é muito grande e cheio de possibilidades. E a vida é estranha.

+ Trabalho voluntário e outras formas de espalhar gentileza por aí

Continua após a publicidade
Publicidade