Parada do Orgulho LGBT: como surgiu, o que representa e onde ver online

No domingo, 6, a partir das 14h, acontece a 25ª edição da Parada do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo; veja como assistir

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 2 jun 2021, 19h31 - Publicado em 5 jun 2021, 10h06

A Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, considerada a maior do mundo, surgiu na capital paulista em 1997. Sua primeira edição aconteceu em 28 de junho, escolhido como Dia do Orgulho Gay em homenagem à Rebelião de Stonewall, reuniu 2 mil pessoas na Avenida Paulista e o tema escolhido foi “somos muitos, estamos em várias profissões”. E neste final de semana acontece mais uma edição deste evento que, apesar de ser uma celebração, também é luta.

Bandeira LGBTQIA+ hasteada, e ao fundo, céu azul
Alexander Spatari/Getty Images

A parada surgiu como uma forma de comemorar o orgulho de amar e ser quem se é e também exigir respeito da sociedade. Apesar de ser marcado por trios elétricos e música, ela tem um enorme papel político e pode ser visto como um evento que une e mobiliza. Isso porque além de reunir vozes importantes, ela representa e celebra a existência de cada uma das pessoas da comunidade LGBTQIA+.

 

Continua após a publicidade

Neste domingo, 6, mais uma edição do evento acontecerá, virtualmente, e seu tema será “HIV/AIDS: Ame+ Cuide+ Viva+”, com o intuito de trazer informação e conscientização sobre o assunto. Médicos infectologistas, o youtuber Lucas Raniel e o ator Alberto Pereira Jr., que convivem com o HIV, participarão do evento.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Parada do Orgulho LGBT de SP (@paradasp)

Os apresentadores serão Fih e Edu, do Diva Depressão, e o evento, que vai acontecer em estúdios com trios elétricos, também vai contar com a participação dos influenciadores Nátaly Neri, Spartakus e Lorelay Fox. Uma das apresentações confirmadas, e que será responsável por encerrar a celebração, será a de Pabllo Vittar.

A Parada será transmitida em 12 canais do Youtube, a partir das 14h. Será possível acompanhar nos canais de YouTube Brasil, ParadaSP, Dia Estúdio, Bielo, Diva Depressão, Lorelay Fox, Louie Ponto, Jean Luca, Lucas Raniel, Mandy Candy, Spartakus e Nátaly Neri.

Continua após a publicidade

Publicidade