Músicas de DJ Ivis são removidas de playlists oficiais de Spotify e Deezer

No domingo, 11, foram divulgados vídeos do músico agredindo com socos e chutes a ex-esposa Pamella Holanda

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 14 jul 2021, 15h42 - Publicado em 14 jul 2021, 15h01
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

O usuário que entrar no Spotify e ou no Deezer nesta quarta-feira, 14, não encontra mais as músicas de DJ Ivis nas playlists editoriais, que são criadas pelas próprias empresas, de ambos as plataformas. Os streamings removeram as faixas do músico, que foi flagrado agredindo a ex-esposa Pamella Holanda, de suas playlists oficiais. A atitude veio depois que internautas pedirem que as pessoas deixassem de escutá-lo após os vídeos de Ivis atacando Pamella com socos, chutes e empurrões serem divulgados. O músico está sendo investigado pela Polícia do Ceará por violência doméstica.

DJ Ivis aparece de camiseta preta, fazendo um sinal com os polegares e indicadores, na frente de um carro vermelho
@djivis/Reprodução

O DJ estava fazendo sucesso com músicas como “Probleminha”, em parceria com Barões da Pisadinha, “Esquema Preferido”, com Tarcísio do Acordeon e “Volta bebê, Volta neném”, com o DJ Guga.

Procurados pelo G1, o Spotify afirmou que removeu as faixas do DJ de seus conteúdos editoriais. “Nossos editores de playlists estão profundamente enraizados em suas respectivas culturas, e suas decisões se concentram em qual música terá uma repercussão positiva em seus ouvintes”, disse a empresa. Já o Deezer explicou que removeu todos os destaques do artista das suas playlists e capas. 

Alguns artistas que já gravaram faixas com Ivis se pronunciaram, como Zé Felipe, Barões da Pisadinha e Latino, e até removeram clipes em que o DJ aparecia. Foi o caso de ‘Galega’, clipe com o sertanejo Zé Felipe, que havia sido lançado em junho e estava com mais de 29 milhões de views e também de “Não pode se apaixonar”, com Xand Avião e MC Danny.

  • A produtora Vybbe, de Xand, informou que o artista foi desligado da empresa. Já a Sony Music, gravadora que assinou contrato com o DJ em abril também se manifestou e disse estar revisando a relação com o artista porque “leva as acusações contra o Dj Ivis muito a sério  e não tolera esse tipo de comportamento”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade