Economista é preso após confessar ter matado dubladora com ajuda da sogra

Pedro Paulo disse à polícia que assassinou Cristiane Louise porque ela estava "possuída pelo demônio"; saiba mais sobre o caso

Por Isabella Otto 15 ago 2021, 10h30
de um lado, o hidratante, o perfume e a máscara facial hello stars, dispostos lado a lado. De outro, as frases: Cada estrela é única, como você. Conheça a nova linha Hello Stars. Todos os elementos estão em um fundo azul escuro com estrelas que brilham
CAPRICHO/Divulgação

Pedro Paulo Gonçalves Vasconcellos da Costa, de 27 anos, foi preso de forma preventiva na última sexta-feira, 13, pelo assassinato de Cristiane Louise de Paula da Silva, de 49 anos, no último mês de julho. A dubladora era conhecida por seus trabalho em Todo Mundo Odeia o Cris, dando voz a Senhorita Morello, Os Simpsons, na voz de Hellen Lovejoy, dando vida ainda a Margarida, da Disney, e a personagens dos games League of Legends e Overwatch.

Selfie de um casal. à esquerda, Pedro Paulo, careca e com barba, é o suspeito por matar Cristiane, à direita, loira e sorrindo na imagem
Selfie de Pedro Paulo e a dubladora Cristiane Arquivo Pessoal/Reprodução

A Delegacia de Homicídios da Capital informou que Pedro Paulo confessou o crime e disse que agiu com a ajuda da mãe da vítima, Eliane Gonçalves Vasconcellos da Costa, que está foragida. Segundo ele, Cristiane estava “possuída pelo demônio” e “aparentava estar sob efeito de entorpecente, remédios controlados e bebidas alcoólicas”. Ou seja, ele alega legítima defesa. A polícia, contudo, suspeita que o crime tenha sido motivado por dinheiro, uma vez que foram encontrados na casa da dubladora computadores avaliados em mais de R$ 10 mil e celulares. Além disso, as autoridades disseram que Pedro Paulo vendeu online as roupas da vítima logo após o crime e se desfez de vários outros objetos.

  •  

    Testemunhas relatam que o homem havia ganhado há pouco tempo a chave do apartamento de Cristiane, que o havia convidado para ficar em solidariedade, já que ele estava passando por maus bocados. O suposto casal teria se conhecido em 2017, durante tratamento em uma clínica psiquiátrica.

    O corpo de Cristiane Louise de Paula da Silva foi encontrado numa região de mata em Grumari, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele estava envolto por lençóis e sacos de lixo, e apresentava machucados causados por faca ou algum outro objeto cortante. De acordo com o delegado Leandro Costa, o economista e a suposta sogra ficaram com o corpo da vítima por dois dias em casa, um apartamento em Ipanema, enquanto seguiam vida normal, indo inclusive a festas.

    Pedro Paulo ainda confessou para a polícia que uma terceira pessoa estaria envolvida no assassinato da dubladora, mas esta ainda não foi identificada. Eliane Gonçalves Vasconcellos da Costa continua sendo procurada.

    Continua após a publicidade
    Publicidade