Daniel Radcliffe diz que as redes sociais só servem para estressar

Em entrevista, o ator, mais uma vez, listou os motivos de não ter contas oficiais nas redes sociais nem usar muito a internet nas horas vagas.

Por Isabella Otto - 16 ago 2019, 11h00

Parece estranho que um artista em pleno 2019 não tenha redes sociais, já que, para muitos, isso faz parte do trabalho. Daniel Radcliffe, contudo, sempre fez parte desse grupo que prefere não se envolver muito com a internet. Em uma recente entrevista para o canal de YouTube da emissora Heat Radio, o ator explicou por que não está nas redes.

Reprodução/Reprodução

Eu não acho que seria mentalmente forte o bastante para as redes sociais. Seria outra coisa que faria apenas para me estressar“, revelou o eterno Harry Potter – que, é importante lembrar, já fez vários outros trabalho depois dos filmes do universo de J.K. Rowling.

No começo do ano, em entrevista à atriz Busy Philipps, Dan já havia dito que não tinha força mental o suficiente para a web. “Não é que não goste, mas eu seria uma droga e iria me meter em brigas”, falou. Além disso, ele também disse que, com o tempo, provavelmente, delegaria a função de cuidar de suas contas a outras pessoas e isso automaticamente faria as plataformas de interação online perderem o sentido. “Qualquer tipo de autenticidade seria perdida”, explicou. Faz sentido, né?

 

Em maio deste ano, uma pesquisada realizada pela instituição britânica Royal Society for Public Health revelou que os usuários consideram o Instagram como a rede social mais tóxica de todas por motivos como competição entre perfis, corrida desenfreada por likes, a ostentação de uma vida perfeita que muitas vezes é irreal… Para tentar reverter esse cenário, recentemente o Instagram adotou a política de tornar privada a quantidade de curtidas nas fotos e nos vídeos. Ou seja, agora apenas o dono da conta consegue ver quantos likes recebeu com a postagem.

Confira o vídeo completa de Daniel Radcliffe para o canal Heat World:

Continua após a publicidade
Publicidade