Clubhouse é censurado após conversas “polêmicas” violarem leis de país

As conversas polêmicas eram, no caso, debates políticos sobre direitos dos cidadãos, igualdade e preconceito na China

Por Isabella Otto 11 fev 2021, 11h13
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Depois de bloquear aplicativos como o Twitter, o Instagram e até o próprio Google, a China fez uma nova vítima, o Clubhouse, App do momento que possibilita entre os usuários conversas por áudio. Uma espécie de call sobre assuntos específicos ou, como alguns usuários andam dizendo, um podcast ao vivo.

Clubhouse pode ter sido censurado após conversas
Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images

A suspeita é a de que o Partido Comunista da China tenha se incomodado com debates políticos envolvendo direitos dos cidadãos, igualdade e preconceito racial, e por isso tenha censurado a rede social pouco tempo após ela viralizar no país. Para o site norte-americano TechCrunch, é muito improvável que ela volte a funcionar, já que existe um sistema local conhecido popularmente como “Grande Firewall”, que é a censura imposta pelo Governo à internet. Para aqueles que tentaram fazer o login no App nesta semana, aparecia a seguinte mensagem: “Não é possível estabelecer uma conexão segura com o servidor”.

Apesar de haver algumas maneiras de burlar esses bloqueios, usando VPNs que possibilitam que o usuário utilize redes não liberadas pelos governantes, alguns chineses alertam sobre os perigosos de se fazer isso com o Clubhouse, já que é preciso ativar o aplicativo com o número do celular e, na China, isso seria facilmente rastreável, podendo resultar em penalidades gravíssimas para quem burlasse o Sistema. “Ao contrário das informações nos veículos de comunicação que descrevem o aplicativo como ‘um paraíso da liberdade de expressão’, muitos usuários na China continental consideram que os debates políticos no Clubhouse são frequentemente enviesados, e que as vozes pró-chinesas podem ser eliminadas facilmente”, tentou justificar o jornal nacionalista Global Times, que pertence ao Partido Comunista, o bloqueio da rede social.

  • A censura é o ato de censurar algum material a fim de filtrar e proibir o que é inconveniente, do ponto de vista ideológico ou moral, de acordo com o Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. No campo político, a censura significa a “remoção da circulação pública de informação, visando à proteção dos interesses de um estado, organização ou indivíduo”. Ou seja, bitolar o povo para que o conhecimento não chegue até ele. Afinal, todos sabem que conhecimento é sinônimo de empoderamento e, tantas vezes, de uma revolução necessária.

    Continua após a publicidade
    Publicidade