Clubhouse: veja como funciona o aplicativo de áudio apenas para convidados

Para entrar no App do momento, que está sendo considerado uma espécie de podcast ao vivo, é preciso ser convidado ou se registrar em uma lista de espera

Por Gabriela Junqueira Atualizado em 8 fev 2021, 17h00 - Publicado em 8 fev 2021, 16h58
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

Um novo aplicativo, por enquanto exclusivo para iPhone, começou a bombar na internet nas últimas semanas. Se trata do Clubhouse, uma App de conversas de áudio que celebridades como Elon Musk, Oprah Winfrey e Drake já estão usando! Para participar, você precisa receber um convite de algum amigo ou fazer um pré-cadastro e entrar em uma lista de espera – o que está dando uma ideia de exclusividade à nova rede e deixando os internautas ainda mais curiosos! Ao entrar na rede, você recebe dois convites para enviar para os amigos. 

Clubhouse: Saiba mais sobre o aplicativo que se transformou em febre
NurPhoto / Colaborador/Getty Images

O Clubhouse, que vem sendo considerado um tipo de podcast ao vivo, funciona através de salas de bate-papo que possuem durações pré-determinadas. Os ambientes são divididos por temas e é possível escolher quais interesses você deseja acompanhar ao criar sua conta. O limite de ouvintes em uma sala é de cinco mil pessoas simultâneas, não é possível gravar as conversas e elas também não ficam salvas dentro do aplicativo. Inclusive, quando um usuário tenta gravar as conversas aparece uma mensagem avisando que isso fere os princípios da plataforma e que existe o risco de ele ser excluído.

A busca pelo aplicativo cresceu rapidamente após Elon Musk, considerado o homem mais rico do mundo em 2020, participar de um evento dentro do aplicativo em 31 de janeiro para falar sobre a colonização de Marte, vacinas e criptomoedas. No Brasil, por exemplo, as buscas pelo Clubhouse cresceram mais de 500% durante a primeira semana de fevereiro! Em maio de 2020, a empresa que lançou o App estava avaliada em US$ 100 milhões, de acordo com a Forbes, sendo que agora seu valor subiu para US$ 1 bilhão, segundo a Reuters.

O aplicativo é um espaço em que é possível aprender e ensinar coisas, como um idioma (há vários grupos dedicados à conversação na plataforma), e falar aleatoriedades, sobre grupos especializados no Big Brother Brasil, por exemplo. Em um momento em que se comunicar através de vídeos ganha cada vez espaço nas redes, o Clubhouse surge para propor outra forma de diálogo e ir contra aquela máxima de que áudios são ruins e ninguém ouve. Será mesmo?

Continua após a publicidade

Inclusive, a novidade já rendeu bastante em outra rede social, o Twitter, com os usuários opinando sobre a novidade, que ainda não chegou para aparelhos Android nem tem data para chegar. Acredita que já tem gente até vendendo clandestinamente convites para o App na internet?!

Continua após a publicidade

Publicidade