China alerta para pneumonia desconhecida mais mortal que a Covid-19

O governo do Cazaquistão, no entanto, negou as afirmações chinesas

Por Da Redação 10 jul 2020, 13h50

Nesta quinta-feira (9), a embaixada da China no Cazaquistão alertou os cidadãos chineses que moram no país sobre uma “pneumonia desconhecida”, de origem local, que teria taxa de mortalidade superior a da Covid-19.

Equipes desinfetando espaços públicos em Nur-Sultan, capital do Cazaquistão, como medida de combate à proliferação da Covid-19 Nur Sultan Governorship/Handout/Anadolu Agency/Getty Images

Segundo o comunicado divulgado pela embaixada no aplicativo WeChat, a doença causou 1.722 mortes no território cazaque no primeiro semestre deste ano, sendo que 628 delas ocorreram no mês de junho. Pesquisas já foram iniciadas para estudar a nova doença, mas não existem sinais de que ela tenha alguma relação com o coronavírus.

No entanto, o Ministério da Saúde do Cazaquistão disse hoje (10) que a notícia não corresponde à realidade. De acordo com o comunicado, o governo reconheceu a presença de “pneumonias virais de origem não especificada”, porém negou que se trate de um surto novo ou desconhecido.

  • Os dados oficiais mostram que o Cazaquistão registrou, até agora, mais de 53 mil casos confirmados de Covid-19 e 264 mortes. Após um recorde de diagnósticos positivos nesta semana, o país anunciou um segundo e mais rigoroso fechamento geral das atividades para conter o avanço do vírus.

    Continua após a publicidade
    Publicidade