20 segredos e curiosidades sobre o sexo

Você sabia que os jovens transam uma média de 110 vezes por ano e que a Grécia é o lugar onde mais se transa no mundo?

Por Gabriela Junqueira - Atualizado em 13 set 2020, 11h10 - Publicado em 6 set 2020, 10h05

Em 2008, uma marca de preservativos nacional idealizou uma campanha propondo a criação do Dia do Sexo, para ser celebrado todo 6 de setembro, fazendo referência à posição sexual conhecida como 69. A ideia pegou e hoje a data é conhecida por muitos brasileiros! Para comemorar, separamos alguns segredos, fatos históricos e algumas curiosidades sobre o sexo:

1. Jovens transam mais de 100 vezes por ano

Pessoas entre 18 e 29 anos tem, em média, 110 relações sexuais por ano, enquanto adultos de 30 a 39 transam anualmente cerca de 86 vezes, de acordo com um estudo feito nos Estados Unidos pelo Kinsey Institute for Research in Sex, Gender and Reprodution.

2. O sexo ajuda a reduzir o estresse

A endorfina, um dos hormônios liberados durante a relação sexual, ajuda a aliviar o estresse e diminuir a tensão, e seu efeito se prolonga depois da relação. Somada à ocitocina, o tal hormônio do amor, eles criam uma sensação de relaxamento e prazer.

3. É possível ter orgasmo praticando atividades físicas

Apesar de não ser tão comum, algumas mulheres conseguem chegar ao orgasmo enquanto realizam algum exercício físico, principalmente abdominais. São os coreorgasmos! Que coisa, não?

4. Cerca de 114 milhões de relações sexuais acontecem por dia no mundo

Segundo informações do International Planned Parenthood Federation, acontecem todos os dias cerca de 114 milhões de relações sexuais no mundo. Ou seja, 4,75 milhões de relações por hora e mais de 79 mil por minuto.

5. Existe um “Dia da Concepção” na Rússia

Em Ulyanovsk, uma região da Rússia, o governador criou uma data para incentivar as pessoas a fazerem sexo para reprodução, ou seja, para terem filhos. É o Dia da Concepção, celebrado em 12 de setembro. As famílias em que nascem bebês 9 meses depois dessa data podem até a ganhar prêmios! Inusitado, né?

6. Fazer sexo fortalece o sistema imunológico

Pesquisadores norte-americanos da Wilkes University compararam a saliva de voluntários que faziam sexo com frequência e outros que não se aventuravam tanto e constataram que aqueles que tinham uma vida sexual mais ativa possuíam mais imunoglobina A, anticorpo responsável pela proteção principalmente contra infecções.

7. A camisinha não diminui o prazer

Um estudo publicado pelo The Journal of Sexual Medicine afirma que, tanto para os homens quanto as mulheres, a camisinha não afeta necessariamente o prazer. Apesar de muitos meninos usarem essa desculpa para convencer as garotas a não usarem o preservativo, proteção é essencial e indispensável! 

8. Não precisa haver penetração para que a mulher tenha um orgasmo

É isso mesmo que você leu! A penetração não precisa acontecer para que a mulher chegue ao clímax sexual. Inclusive, o orgasmo mais comum entre as mulheres é o que acontece através do estímulo da região clitoriana, sabia?

9. Sexo pode ser bom para dor de cabeça

Transar pode ajudar a diminuir a enxaqueca, diz uma pesquisa feita pela Universidade de Münster, na Alemanha. Segundo o estudo, 60% das pessoas que sofriam de dores de cabeça crônicas relataram uma melhora no quadro após ter relações sexuais frequentes. Ou seja… 

Continua após a publicidade

10. Não existe ligação entre o tamanho dos pés e o tamanho do pênis

Apesar de muita gente acreditar que o tamanho do pênis está associado ao dos pés, isso não passa de um mito. Na Coreia do Sul, o urologista Nam Cheol Park, da Universidade de Nacional de Pusan, analisou durante quatro meses mais de 655 homens com mais de 17 anos e concluiu que essa comparação é falha. Pesquisadores da University College London, na Inglaterra, também realizaram um experimento parecido com 104 homens. As duas pesquisas constataram que não há nenhuma relação e que isso não passa de uma lenda.

11. Preservativos duram aproximadamente dois anos

Camisinhas duram até dois anos, por isso é sempre bom estar de olho na data de validade, viu? Um preservativo vencido pode acabar rompendo mais facilmente e ninguém quer passar por essa dor de cabeça à toa.

South_agency/Getty Images

12. Transar de meia pode ajudar a mulher a alcançar o orgasmo

As mulheres chegam ao orgasmo mais facilmente quando estão com os pés aquecidos, afirma uma pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Groningen, na Holanda. Segundo os pesquisadores, manter os pés quentes pode ajudar a aumentar em 30% a chance de ter um orgasmo.

13. Existe um motivo para as esculturas de homens gregos terem o pênis pequeno

É comum ver em esculturas da Grécia Antiga os homens sendo retratados com o pênis pequeno. A explicação encontrada pelo historiador Paul Chrystal, autor de um livro sobre sexualidade no mundo grego, é de que “o pênis pequeno era consonante com os ideais gregos da beleza masculina” e estava associado a fertilidade. 

14. Transar ajuda a ter uma boa noite de sono

Sexo também pode ajudar a dormir melhor, diz um estudo realizado pela Universidade Central Queensland, na Austrália. Outra pesquisa, feita pela Oxford Economics e pelo Centro Nacional para Pesquisa Social, afirma que, quando o assunto é bem estar, sexo prazeroso e um boa noite de sono podem ser mais importantes do que ter dinheiro.

15. O lugar em que as pessoas mais transam no globo é a Grécia

De acordo com uma pesquisa realizada pela marca de preservativos Durex, a Grécia é o lugar em que mais se transa no mundo! A média de relações sexuais de uma pessoa por ano é de 164. Para chegar a esse resultado, o estudo contou com mais de 30 mil pessoas, de 16 a 26 anos.

16. O clitóris tem o dobro de terminações nervosas que o pênis

Você sabia que o clitóris tem mais de 8 mil terminações nervosas? Isso é o dobro do número de terminações que os homens possuem na região peniana. Além disso, o clitóris é maior do que muita gente imagina: a parte interna dele pode chegar a medir 4 cm!

17. Fazer xixi depois do sexo ajuda a prevenir infecções urinárias

Muitos ginecologistas recomendam urinar depois de uma relação sexual para limpar a uretra e, assim, evitar infecções como a cistite. Além disso, é importante cuidar da higiene da região, lavando e usando sabonete neutro (apenas por fora, nunca internamente).

18. O orgasmo feminino dura mais tempo que o masculino

O orgasmo feminino dura, em média, de 10 a 23 segundos, e pode se estender caso a estimulação continue. Por outro lado, o orgasmo masculino costuma durar 6 segundos. Em relação ao tempo em que as mulheres demoram para chegar ao orgasmo, um estudo realizado pelo Journal of Medicine afirma que elas demoram, em média, menos de 15 minutos.

19. A primeira camisinha pode ter sido criada há milhares de ano

A criação do preservativo é mais antiga do que você imagina! Em uma pintura em que um casal está fazendo sexo, encontrada em Combarelles, na França, é possível perceber que algo está cobrindo o pênis do homem. Acredita-se que essa pode ter sido uma das primeiras ideias de preservativo e, detalhe, a pintura tem mais de 12 mil anos!

20. O corpo perde calorias durante o sexo

Durante a relação sexual, o corpo também gasta energia, e assim perde calorias. Segundo um estudo da Universidade de Quebec, que acompanhou 21 casais com idades entre 21 e 35 anos, as mulheres queimam em média 3,1 calorias por minuto e os homens queimam 4,2 calorias. Um belo exercício físico, não?

Já segue a CH nas redes sociais?
INSTAGRAM | TIKTOK | TWITTER | FACEBOOK | YOUTUBE

Continua após a publicidade
Publicidade