13 personagens femininas que fizeram história em Supernatural

Nesses 15 anos, nos afeiçoamos a muitas mulheres fortes que aparecerem na série; relembre quem são elas!

Por Isabella Otto Atualizado em 20 nov 2020, 12h16 - Publicado em 20 nov 2020, 12h17
colecao capricho sestini mochila bolsas
CAPRICHO/Sestini/Reprodução

O fato de Supernatural ser essencialmente protagonizada por dois homens, Sam e Dean Winchester, levam muitas pessoas a acreditar que não existe nenhuma personagem feminina de destaque na série. É claro que muitos papéis estrelados por mulheres poderiam ter sido melhor explorados, mas o seriado da Warner aprendeu muito com o tempo e evoluiu. Nesses 15 anos de história, que chegou ao fim na última quinta-feira, 19, conhecemos e nos afeiçoamos a muitas personagens fortes, que não só mudaram o rumo do seriado como salvaram a pele dos irmãos caçadores em muitos momentos.

Reprodução/Reprodução

Não é difícil encontrar na internet matérias que enaltecem a beleza dessas mulheres, a sensualidade, a aparência. Nada disso é realmente um problema, mas nesta matéria não focaremos apenas na “casca”. As personagens abaixo são a prova de que Supernatural não é feito por homens e para homens, como muitos erroneamente acreditam. Supernatural é feito para todos – inclusive para nós, caçadoras, que derrotamos um monstro por dia na sociedade em que vivemos.

1. Mary Winchester

Não dá para começar esta lista de maneira diferente. A mãe de Sam e Dean representa muitas coisas dentro do seriado: ela é a figura materna que ressurge na vida dos rapazes após anos e se mostra uma mulher forte, uma caçadora perspicaz, uma líder nata. Mary também é o estopim da trama, o pontapé inicial. Afinal, Supernatural começa com a história dela. Sem ela, o “negócio da família” talvez não existisse…

Reprodução/Reprodução
  • 2. Ellen Harvelle

    Na segunda temporada do seriado, conhecemos uma mulher que, a princípio, cria até uma certa resistência no público. Ela, além de ser extremamente forte e direta em suas falas e atitudes, não faz questão de agradar os irmãos Winchester. Não demora muito, porém, para nos encartarmos por esses traços de personalidade que fazem da proprietária do bar Harvelle’s Roadhouse uma figura única. Mulheres assim podem realmente assustar, né, homens? (cof, cof)

    Reprodição/Reprodução

    3. Jo Harvelle

    Filha de peixe peixinha é. Jo é bastante parecida com Ellen em muitos pontos. Assim como a mãe, ela tem uma personalidade forte, não titubeia em dar sua opinião, não faz questão de agradar, é corajosa, leal e não tem medo de colocar a vida em risco para fazer o que acha certo e salvar as pessoas que ama. Definitivamente, Ellen e Jo formam uma dupla e tanto – e matam a gente de saudade!

    Reprodução/Reprodução

    4. Charlie Bradbury

    Se o público pode ter sentido certa resistência ao conhecer Ellen e Jo, não sentiu ao ser apresentado à querida Charlie. Uma vez, me falaram que a personagem representa tudo aquilo o que a maioria das mulheres que assiste a Supernatural é. Gostei dessa definição! Bradbury é geek, gosta de séries e filmes de ficção, é especialista em TI (profissão ainda muito dominada por homens), fã de RPG e da Hermione Granger, lésbica, bad ass. Não que essa maioria de mulheres que nos referimos anteriormente se enquadre em todas essas características, mas é o que Charlie representa, suas atitudes, seus medos e suas falas. É a tal representatividade. #VoltaCharlie

    Reprodução/Reprodução

     

    5. Jody Mills

    A xerife de Sioux Falls, cidade mais populosa de Dakota do Sul, aparece em várias temporadas e uma coisa é certa: se o episódio conta com sua participação especial, pode apostar que será incrível! A personagem caiu tanto no gosto dos produtores e do público que ganhou um spin-off junto com outras personagens femininas de Supernatural, chamado Wayward Sisters. O projeto teve apenas uma temporada e o retorno não foi tão positivo, mas prova, mais uma vez, que o seriado tem mulheres em posição de liderança, sim!

    Reprodução/Reprodução

    6. Rowena MacLeod

    Talvez essa seja uma das personagens femininas que ganhou maior destaque na série em um curto intervalo de tempo. A mãe de Crowley é uma bruxa, mas traz momentos bastante humanos para a narrativa. Como assim? É incrível vê-la no papel de mãe do Rei do Inferno, mostrando um lado mais humanizado de Crowley. A vilã é esperta, ligeira, não tem medo de homem (nem de demônio) e, apesar de usar meios duvidosos para alcançar seus objetivos, não dá para negar: ela é determinada. Como não amar?!

    Continua após a publicidade
    Reprodução/Reprodução

    7. Amara

    A grande vilã da 11ª temporada é Amara, conhecida como Escuridão, a irmã de Deus. A personagem nos permite ter várias análises. Muitos podem dizer que não é legal associar uma mulher ao papel de “irmã má” – mas apenas sustenta esse discurso quem analisa a trama superficialmente. A Escuridão é tão grande quanto Deus. Logo, ela é Deus, só que tomada por trevas. God Is a Woman! 😉

    Reprodução/Reprodução

    8. Ruby

    A personagem foi interpretada por três atrizes e, por mais que você não goste dela e de tudo o que ela fez para Sam Winchester, precisa admitir que Ruby é um dos primeiros nomes que vêm à mente das pessoas quando essas são questionadas sobre as principais personagens femininas de Supernatural. Ou seja, ela cumpriu seu papel com maestria! Quer mais girl power que isso?

    Reprodução/Reprodução

    9. Lilith

    A personagem representa o mito da mulher, da serpente, do demônio. Mas ela é bem mais que isso! Lilith representa a expressão máxima de poder, mesmo que ela o utilize para fazer o mal.

    Reprodução/Reprodução

    10. Abaddon

    O Cavaleiro do Inferno ressurge no mundo dos vivos na figura de uma mulher. Acho que já deu para reparar que Supernatural tem muitas vilãs femininas, certo? Isso não é algo ruim ou negativo. Na verdade, alguns dos vilões mais bem trabalhados do seriado são interpretados por mulheres. Isso, somado ao fato de atrizes competentíssimas assumirem os papéis, tem um impacto positivo em vários âmbitos.

    Reprodução/Reprodução

    11. Claire Novak

    Claire entra no seriado de uma maneira intensa: ela é filha de Jimmy Novak, receptáculo de Castiel. Aos pouquinhos, ela vai provando que é bem mais que uma adolescente revoltada. Na verdade, Novak dá certo frescor ao seriado. Ela mostra um lado da narrativa talvez pouco explorado: o de Sam e Dean interagindo com uma menina jovem, cheia de vida e de atitude.

    Reprodução/Reprodução

    12. Lisa Braeden

    Tudo aquilo que Jessica poderia ter sido para Sam é o que Lisa representa para Dean. Contra vilãs e criaturas de outro mundo, Lisa é a certeza da família, da casa, do que há de mais humano. Ela é como uma rocha para Dean, mas, ao mesmo tempo, a certeza de que ele talvez nunca consiga perfurar esse material sólido. A certeza do que ele nunca terá. Quer dizer, podemos até nos surpreender com uma reviravolta que pode acontecer na última temporada da série, mas duvidamos muito disso. Essa é a maior beleza de Lisa e de tudo o que sua personagem representa.

    Reprodução/Reprodução

    13. Anna Milton

    Um anjo caído que está longe de ser inocente, Anna é uma figura complexa, que faz o público entender a linha tênue entre amor e ódio. Poderosa, consciente e cheia de responsabilidades, a ruiva é a metáfora perfeita da mulher de qualquer época, não apenas da moderna.

    Reprodução/Reprodução

    Bônus: Bela Talbot e Ceifeira Billie

    Se você ainda precisava de mais uma prova para acreditar que Supernatural está cheia de personagens femininas maravilhosas, eis aqui a ladra de artefatos mágicos mais apaixonante de todos os tempos! E, na reta final, a Ceifeira Billie ganhou destaque na trama, provando que a Morte, uma das personagens mais fortes do seriado, pode ser estrelada por uma mulher com maestria! #BadAss

    Agora, conta pra gente qual é a sua personagem feminina favorita de Supernatural!

    Continua após a publicidade
    Publicidade