“Ninguém odeia o corpo de graça, somos ensinadas”, afirma Daiana Garbin

A jornalista conversou sobre corpo e autoestima no Venus Talk da Casa de Praia Gillette Venus, junto com Jéssica Lopes

Por Beatriz Arruda Atualizado em 16 fev 2019, 18h46 - Publicado em 16 fev 2019, 18h42

O número de garotas que desenvolve ansiedade, depressão, baixa autoestima e transtornos alimentares na busca de um corpo considerado “perfeito” pela sociedade não é pequeno. No entanto, vivemos em um mundo em que muitas pessoas tentam mudar essa situação lutando para quebrar os padrões de beleza e estimulando a autoaceitação. Daiana Garbin e Jéssica Lopes fazem parte desse time! Neste sábado (16/2), as duas participaram da Venus Talk Amar Seu Corpo #FazTodaADiferença, na Casa de Praia Gillette Venus, e compartilharam suas visões e experiências sobre o assunto.

  • Muitas garotas crescem ouvindo que deveriam agir de uma determinada forma, ter um corpo ou cabelo específico para serem consideradas bonitas pela sociedade. A verdade é que, desde cedo, um padrão nos é imposto e, quando não nos encaixamos nele, o resultado é a rejeição ao corpo que vemos no espelho. “Ninguém odeia o corpo de graça, somos ensinadas”, disse Daiana Garbin, jornalista e dona do canal Eu Vejo, que discute assuntos como transtornos alimentares, autoimagem e saúde mental.

    Como se não bastasse a insatisfação com a nossa imagem, a cobrança pelo corpo ideal também ocasiona, em muitos casos, o adoecimento da mente, com o desenvolvimento de transtornos alimentares, ansiedade e depressão. E é aí que um ciclo perigoso se inicia: “Quando a mente não está legal, nada mais está. Quando a gente não está se sentindo bem, você pode usar a roupa que mais gosta, arrumar o cabelo… E você não vai se sentir legal”, afirmou Jéssica Lopes, influencer e embaixadora de Gillette Venus.

    casa-de-praia-gillette-venus-jessica-lopes
    Jéssica Lopes na Casa de Praia Gillette Venus Beatriz Bim e Fernando Veloso/CAPRICHO

    Mas calma, aos poucos, a mudança está acontecendo. Vemos cada vez mais pessoas compartilhando suas inseguranças e questionando os padrões de beleza nas redes sociais, o que ajuda a inspirar mais gente. Você, inclusive, pode fazer a sua parte! O primeiro passo é cuidar de si mesma. Se você deixa de fazer alguma coisa por vergonha do seu corpo, por exemplo, não tenha receio de procurar ajuda de um psicólogo ou de um psiquiatra. Também tente se importar mais com o que você pensa, e não em atender as expectativas dos outros. E que tal parar de ser tão crítica em relação a sua imagem? Tenha uma visão mais positiva sobre você, se elogie! 

    casa-de-praia-gillette-venus-karol-pinheiro-jessica-lopes-diana-garbin
    Jéssica Lopes, Karol Pinheiro e Daiana Garbin na Venus Talk da Casa de Praia Gillette Venus Beatriz Bim e Fernando Veloso/CAPRICHO

    Pode reparar, muitos dos elogios que se fazem às garotas estão relacionados à aparência – e isso pode trazer muito sofrimento. “Quando nós falamos que o valor de uma mulher está em quem ela é, nas capacidades dela, a gente revoluciona tudo”, ressaltou Daiana. Por isso, enalteça também a inteligência, a coragem e a força de uma garota!

    Vale lembrar que o ideal de um corpo perfeito foi ensinado ao longo da vida toda e desconstruir isso vai demorar um pouco. Mas a gente promete que vale a pena: “Essas pessoas vão ser mais felizes, vão ser mais livres, não vão se sentir tão presas”, destacou Jessica.

    Vai lá! Tire uma selfie e se elogie!

    A Casa de Praia Gillette Venus é aberta ao público e as atividades são gratuitas. Confira a programação completa no site do evento.

    Quando: de 15 a 17 de fevereiro de 2019 (das 10h às 20h)
    Onde: Nacional Club – Rua Angatuba, 703 – Pacaembu – São Paulo (SP)
    Como chegar: a marca oferece transfer gratuito (ida e volta) todos os dias, a partir das 9h30, na Rua da Consolação, 2336

    Continua após a publicidade
    Publicidade