Kéfera responde atriz que questionou como ela fala de transição capilar

Segundo Samara Filippo, a youtuber poderia ter citado a questão do racismo em seus vídeos sobre o assunto

Por Da Redação - Atualizado em 5 jun 2018, 17h07 - Publicado em 5 jun 2018, 16h55

Kéfera começou sua transição capilar em fevereiro deste ano e, desde então, tem falado bastante sobre isso, tanto no Instagram quanto no Youtube. A atriz Samara Filippo, mãe de duas garotas com cabelo crespo, assistiu a um vídeo da youtuber sobre o assunto e, na última segunda-feira (4/6), fez uma série de Stories questionando o modo como Kéfera aborda o tema. E ela respondeu. 

kefera-samara-filippo-transicao-capilar
Kéfera, que passa pela transição capilar desde fevereiro de 2018, foi questionada por Samara Filippo Instagram/Reprodução

Samara disse que não acha que Kéfera está errada. O que a incomodou muito foi o fato dela não ter abordado em seu vídeo que fios cacheados e crespos não são aceitos por causa do racismo estrutural, que está muito presente em nosso país – e que foi algo que ela entendeu melhor depois que se tornou mãe de meninas negras que têm o cabelo crespo. “A Kéfera fala sobre o que ela passou com o cabelo rebelde e bagunçado na escola, o bullying que ela sofreu… Mas o que ela não fala é por que esse cabelo bagunçado é tão rejeitado”, comentou.

Segundo a atriz, faltaram histórias que vão além da dela, de meninas negras que passaram todo o bullying de uma forma mais agressiva. “Quando a Kéfera fala só do que ela falou e não fala de racismo, isso sim é grave. Quantas meninas negras vão querer ter o cabelo igual ao dela? Não estou aqui para causar polêmica, não estou aqui para julgar a Kéfera. Luto contra isso, inclusive, mulheres julgando mulheres. Mas é uma causa que eu luto e eu vou falar”, continuou.

Na noite de segunda, Kéfera falou sobre os comentários de Samara no Insta Stories. Ela afirmou que não abordou a relação que existe entre cabelos cacheados e crespos e o racismo porque esse não é o seu lugar de fala. “Acho que seria muito hipócrita da minha parte eu, como branca e tendo os privilégios que a gente sabe que o branco tem, estando dentro do padrão, começar a erguer a bandeira do racismo, que é uma coisa que eu não sofro”.

A youtuber deixou claro que repudia o racismo e concorda que é preciso discutir o assunto, mas ele precisa ser falado por pessoas negras, que sofrem com isso: “Não posso me apropriar de um discurso que não é meu”. Kéfera disse que quer abordar isso em seu canal, tanto que convidou as meninas do canal Papo de Preta, que fizeram comentários semelhantes ao de Samara Filippo, para um vídeo.

kefera-samara-transicao-capilar
Kéfera respondeu Samara através do Insta Stories Instagram/Reprodução

Sobre a polêmica sobre seu cabelo ser cacheado ou ondulado (algo mencionado pela atriz), ela ressaltou que existem vários tipos de cacho e há meninas com fios menos cacheados ou ondulados, mas que o processo não deixa de ser uma transição. “Transição significa liberdade e, a partir do momento que você entende isso, não tem essa de cabelo mais ou menos cacheado. Não vamos brigar por causa disso”, completou.

Em outros Stories, Samara reforçou que não quis menosprezar a história da youtuber. “Só senti falta deste esclarecimento, desta conscientização e do que essa transição significa para muitas mulheres negras”.

O que você achou da história? 

Continua após a publicidade
Publicidade