Bruna Vieira é criticada por fazer escova no cabelo e Kéfera a defende

A youtuber fez vários Stories afirmando que transição capilar tem a ver com liberdade

Por Da Redação 28 Maio 2018, 13h26

No último sábado (26/5), aconteceu o casamento de Niina Secrets. Bruna Vieira foi uma das convidadas e, ao postar fotos de seu look no Instagram, recebeu algumas críticas por ter feito escova em seu cabelo – tempos atrás, ela começou a transição capilar e sempre fala sobre isso em suas redes sociais. Kéfera acompanhou tudo o que estava rolando e resolveu sair em defesa da Bruna.

View this post on Instagram

Prontíssima para celebrar o amor! #CasamentoNiinaEGui vestido @dolps e maquiagem @sabrinanincaobeauty.

A post shared by Bruna Vieira (@brunavieira) on

Em seu Insta Stories, primeiro ela postou as respostas que a Bru estava dando a alguns seguidores. Nas mensagens, a ruiva dizia que se sentia linda ondulada, cacheada ou lisa e queria apenas fazer algo diferente. “Muito legal isso que a Bruna falou, né? Porque a questão da transição significa mesmo a liberdade. Então, você não vai estar sempre obrigada a usar o cabelo cacheado em todos os lugares”, comentou a Kéfera.

Bruna-Vieira-criticada-escova-cabelo-Kéfera-defende
Reprodução/Instagram
Bruna-Vieira-criticada-escova-cabelo-Kéfera-defende-2
Reprodução/Instagram

A youtuber contou que acompanha a colega há bastante tempo. “Ela está sempre com o cabelo cacheado, mas fazer uma escova, fazer um penteado diferente, prender um rabo e fazer ele liso, quem sabe pra ir num evento, não significa que você está negando seu cabelo cacheado. Só quer mudar um pouco o visual mesmo. Porque a graça é essa, né? Você está a fim de mudar o visual um pouquinho, vai lá e alisa” continuou.

Bruna-Vieira-criticada-escova-cabelo-Kéfera-defende
Reprodução/Instagram

Depois, Kéfera ainda compartilhou um vídeo em que a própria Bruna comenta a polêmica. “Tudo que apontam para uma mulher falando que ela não pode, você tem que repensar se estiver fazendo isso. Porque a mulher pode o que ela quiser“, diz. Em seguida, Kéfera voltou: “Pensem aqui comigo. Uma vez que transição significa liberdade, você tem o direito de fazer o que tiver vontade, certo? Porque senão você não é escrava da progressiva, mas é escrava de ficar sempre com seu cabelo natural? Se você tiver vontade, você muda um dia para ficar diferente. Tá tudo bem”.

O que você achou da história?

Continua após a publicidade
Publicidade