Giulia Costa reflete sobre corpo nas redes: “A pessoa não é perfeita”

A atriz comparou o Instagram a uma espécie de vitrine de loja em que mostramos apenas aquilo que queremos

Por Izabel Gimenez Atualizado em 24 out 2020, 16h14 - Publicado em 23 out 2020, 13h16
colecao-roupas-capricho-marisa
Divulgação/CAPRICHO

Ultimamente, a galera está buscando criar um ambiente mais saudável nas redes sociais. Apesar de ainda rolarem várias polêmicas envolvendo edições de imagem, muitas influenciadoras têm tentado mostrar a vida como ela é. Giulia Costa é uma das que decidiram fazer uma análise das plataformas e comparou o Instagram a uma “vitrine”, em que só aparece aquilo que temos de melhor para oferecer. 

“Ângulos! Porque nem tudo o que a gente vê nas redes sociais é verdade. Aliás, quase nada! Não se enganem”, escreveu na legenda mostrando a diferença da sua silhueta dependendo da sua pose. É óbvio que a gente vai postar nossa melhor foto, com o nosso melhor ângulo. Eu me incluo nisso. É uma vitrine. Mas a gente tem que ver essas fotos e saber que a pessoa não é perfeita assim. Tenhamos isso em mente”, comentou. 

Continua após a publicidade

A filha de Flávia Alessandra contou que, durante a quarentena, engordou cerca de seis quilos e revelou que não estava satisfeita com seu corpo, mas que a insegurança está melhorando aos poucos.

“Meu percentual de gordura estava alto, minha glicose estava alta e meu colesterol estava horrível. Confesso que não sei se já perdi tudo. Não estou querendo ficar ligada nessa de balança, mas já estou me sentindo melhor com meu corpo do que antes. Não é uma questão de estética, mas logicamente que me sinto mal por isso às vezes, por pressão. Era mais uma questão de saúde, e eu sou muito nova”, disse.

  • Por fim, Giulia ainda sugeriu que as as meninas não se comparem a outras mulheres. “Não faça isso, não tem como a gente lidar bem com isso. Tira a comparação da sua vida. Eu falo como se fosse fácil, mas não é! Ainda mais nas redes sociais. É um processo“. Apesar de ter ficado preocupada com o que outras pessoas pensariam de sua reflexão por ser uma menina magra ou se sofreria com julgamentos relacionados ao seu corpo, a Giu sentiu que era importante abordar esse assunto!

    Qual a sua opinião? 

    Continua após a publicidade
    Publicidade