Fenty, marca de moda da Rihanna, será fechada. Entenda o que aconteceu

A linha chegou no Brasil em 2020, mas acabou não se popularizando muito

Por Djenifer Dias 10 fev 2021, 15h16

Nesta quarta-feira (10/2) a internet foi tomada pela notícia de que Rihanna iria fechar a Fenty, marca de moda lançada em maio de 2019. De acordo com o comunicado oficial divulgado para a imprensa, o encerramento das atividades foi uma decisão da cantora com o grupo LVMH, dono de uma porcentagem da empresa.

Rihanna irá fechar a Fenty, sua marca de moda.
Rihanna irá fechar a Fenty, sua marca de moda Instagram Fenty Beauty/Reprodução

Qualquer mudança no futuro vai depender de “melhores condições”. Os esforços, neste momento, estarão voltados para as linhas de maquiagem (Fenty Beauty) e de produtos para pele (Fenty Skin), que também fazem parte do grupo – e são amadas pelo público e pela fan base da cantora.

View this post on Instagram

A post shared by FEИTY (@fenty)

“A LVMH e Rihanna reafirmam sua ambição de focar no crescimento e no desenvolvimento de longo prazo do ecossistema Fenty, se concentrando em cosméticos, cuidados com a pele e lingerie (Savage x Fenty)”, informou o comunicado. A teoria que circula pela web é de que a decisão aconteceu porque a linha de roupas não teria conquistado o sucesso esperado, talvez por seus altos preços. A marca de lingerie, vale dizer, provavelmente ganhará novos pontos de venda.

  • A Fenty chegou ao Brasil em meados de julho de 2020, pelo e-commerce Farfetch, e ainda é possível fazer suas comprinhas por lá, viu? Mas os preços são bem salgados: um par de brincos, por exemplo, custa em média R$ 5.000.

    No ano passado, uma pesquisa feita pelo site Tribe Dynamics, listou as marcas de maquiagem das celebs que mais foram lucrativas em 2020. No topo, estava a Fenty Beauty, seguida pela Kylie Cosmetics, de Kylie Jenner.

    Ainda bem que as maquiagens e a linha de lingerie continuam, né?

    Continua após a publicidade
    Publicidade