Fatores genéticos, cansaço… Descubra as principais causas das olheiras

A CAPRICHO conversou com especialistas que vão te ajudar a entender melhor o assunto

Por Beatriz Arruda - Atualizado em 11 jun 2018, 18h50 - Publicado em 19 Maio 2018, 17h25

É comum sempre associar as olheiras com uma noite mal dormida. Mas sabia que existem vários outros fatores que influenciam no surgimento dessa área escura ao redor dos olhos? A CH conversou com especialistas e te conta as principais causas do aparecimento delas.

olheira
Dedoc/Reprodução

As olheiras nada mais são do que alterações da cor e do aspecto da pele ao redor dos olhos. Elas aparecem tanto por causas genéticas (ou seja, uma característica que você herdou da sua família), como também podem ser uma consequência de alguns dos seus hábitos. 

Um dos fatores genéticos está ligado à concentração de veias e artérias na região dos olhos. As olheiras surgem justamente quando há uma grande quantidade desses vasos sanguíneos – como a pele desta área costuma ser mais fina, eles ficam mais aparentes. Nesses casos, o tom da olheira está ligado à cor dos vasos, que podem ser mais arroxeados, azulados ou esverdeados.

Esse tipo de olheira também aparece em pessoas que sofrem de doenças alérgicas, como rinite e sinusite, já que o inchaço da mucosa nasal também causa o acúmulo de vasos na região próxima aos olhos.

Continua após a publicidade
gif-pepino
GIF/Reprodução

A outra causa genética está relacionada ao excesso de melanina, pigmento que dá cor a nossa pele, e que resulta em uma nuance amarronzada. Vale lembrar que algumas pessoas, como orientais e árabes, têm mais tendência do que outras a ter este tipo de olheira.

Além da questão hereditária, o atrito também pode levar ao acúmulo de melanina na região. Por isso, ao coçar os olhos, faça sempre movimentos mais delicados.

gif-dormir
GIF/Reprodução

Alguns dos nossos hábitos também podem influenciar no surgimento de olheiras. A falta de descanso, como várias pessoas já sabem, é um deles. Quando não dormimos bem à noite, a drenagem dos vasos sanguíneos, processo que impede que eles fiquem obstruídos, não ocorre da forma adequada, deixando-os mais evidentes. E o mesmo acontece com indivíduos que têm uma dieta com excesso de sódio, presente em itens como queijos processados, alimentos congelados ou instantâneos (miojo, por exemplo).

Caso suas olheiras estejam te incomodando, cuidado com soluções ~milagrosas~. Não deixe de consultar um dermatologista, que é o especialista certo para te ajudar a lidar com elas.

Continua após a publicidade

Quem deu as informações: a dermatologista Tatiana Gabbi, da Sociedade Brasileira de Dermatologia; e Prof.Dr.Valcinir Bedin, médico formado pela USP, professor de dermatologia, mestre e doutor em medicina pela UNICAMP, pós-doutorado em educação, tricologista, nutrólogo e Presidente da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC).

Publicidade